Conferência de Cultura discute os desafios para o fortalecimento de políticas públicas   

Publicada em 11/08/2018 às 13:42

Em sua terceira edição, a Conferência Municipal de Cultural 2018 teve início na sexta-feira (10), no Complexo Fepasa, e prossegue durante todo este sábado (11), como parte da programação do Mês do Patrimônio Histórico e Cultural: de 04 a 31 de agosto os organizadores do evento e profissionais da área farão uma reflexão sobre o tema com variadas atividades relacionadas ao segmento, apresentando painéis temáticos, discussões e intervenções artísticas. Numa realização do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), a iniciativa conta com o apoio da Unidade de Gestão de Cultura (UGC) e TV TEC.

Dentre os assuntos abordados durante os dois dias da Conferência: a participação dos artistas nas políticas públicas e a importância da cultura na economia municipal.

Para o gestor de Cultura, Marcelo Peroni, “ a discussão que se abre desde ontem (sexta-feira, 10) com a Conferência é fundamental para entendermos qual é o papel da cultura na atualidade.” Também esteve presente ao encontro o diretor de Cultura, João Carlos de Luca, que acompanhou as atividades durante toda a programação.

Diretor do Conselho Municipal, Thiago Moreira Santos considera que é preciso vivenciar as políticas culturais com a participação cada vez mais efetiva dos envolvidos. “Nossos trabalhos estão direcionados para as pautas mais imediatas visando a consolidação das propostas. Deliberar para que possam ser trazidas novas demandas. Sempre é momento para o novo, sermos produtivos e contribuirmos para a renovação e o enriquecimento da cultura local.”

 

Os trabalhos começaram neste sábado com o credenciamento e a recepção teatral na participação da atriz Carol Úngaro, seguindo com a apresentação do Painel 1: “Cultura que paga as contas” – a importância da cultura no desenvolvimento econômico da cidade, com a gestora cultural Rose Meusburguer, na visão de que “a cultura não é a cereja do bolo, e sim o fermento. Cultura gera novos empregos, gera o futuro. Amplia as possibilidades de realização integrada a muitos segmentos, como a educação e a tecnologia.” Na sequência, o início dos debates e a formação dos grupos de trabalho, finalizando o período da manhã com a intervenção artística do grupo Capoeira Brasil.

 

“A Cultura que não dá para trocar” em debate  

O Painel 2 deu sequência aos trabalhos no período da tarde, e as discussões tendo como conteúdo os desafios da preservação do patrimônio imaterial e as experiências jundiaienses, com a mediação de Paulo Castagna e William Paixão – diretor do Departamento de Patrimônio Histórico. Encerrando as atividades, a leitura e aprovação do relatório final da Conferência.

 

Assessoria de Imprensa

Foto: fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2018/08/11/conferencia-de-cultura-discute-os-desafios-para-o-fortalecimento-de-politicas-publicas/
Leia mais sobre , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br