Com reabastecimento, Comitê de Gestão de Crise suspende escoltas

Publicada em 31/05/2018 às 12:38

Em reunião realizada nesta quinta-feira (31), feriado de Corpus Christi, no Paço Municipal, o Comitê de Gestão de Crise da Prefeitura de Jundiaí suspendeu as operações de escolta para o transporte de combustíveis e insumos – realizadas, durante o período de manifestações dos caminhoneiros, pelo conjunto das forças de segurança – em razão da maior oferta de combustíveis no município e fim dos bloqueios nas estradas da região. A cidade permanece em estado de emergência, com a expectativa de, com o progresso da normalidade e retomada de todas as atividades, seja encerrado na próxima segunda-feira (4), com a divulgação do balanço do período.

Com a regularidade na oferta de combustíveis, foi deliberado pelo Comitê de Crise, a suspensão do valor máximo de abastecimento, portanto não limitado aos R$ 100. O uso de galões certificados pelo INMETRO também foi liberado para que a população possa transportar os produtos de forma segura.

Com relação aos serviços públicos, as aulas nas Escolas Municipais retornam na segunda-feira (4). A Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) informa que a oferta dos veículos supera a escala de feriados, pois, a necessidade das indústrias em retomar a produção a partir da chegada dos insumos, foi solicitada à Prefeitura de Jundiaí, o apoio para este atendimento nas áreas industriais. O esquema será mantido até sábado. As linhas de ônibus funcionam nesta quinta-feira (31), sexta (01) e sábado (02) com horário de domingo, exceto as linhas 579 (Novo Horizonte – Terminal Hortolândia) e 974 (Terminal Hortolândia – Eloy Chaves), que atendem o Distrito Industrial, e as linhas 986 (Terminal Rami – Terminal Cecap), 564 (Bom Jardim) e 583 (Residencial Anchieta), que rodarão com tabela horária de dia útil. Na sexta-feira, a linha 577 (Paço Municipal) terá acréscimo de horário em relação a tabela de domingo. No dia 03, os ônibus circularão com tabela horária de domingo.

 

Saúde como prioridade

O atendimento em saúde também está garantido. Com o apoio do Comitê de Gestão de Crise da Prefeitura de Jundiaí foi realizada a escolta em comboio de 11 carretas do Porto de Santos para a empresa Baxter, fabricante de insumos necessários para o atendimento dos pacientes em hemodiálise e diálise. A operação foi realizada por homens da Polícia Militar dos batalhões de Jundiaí e do Litoral Paulista, de forma a garantir o transporte seguro dos suprimentos que estavam no Porto de Santos, por conta da mobilização dos caminhoneiros. A carga garante o atendimento não somente ao atendimento dos pacientes da região de Jundiaí (mais de 400), como a mais de 5,2 mil pacientes em todo o Brasil.

“A Saúde é prioridade para o nosso governo, e também assunto essencial para o Comitê de Gestão de Crise. Com a união de esforços de todas as esferas foi possível manter o atendimento pleno das Unidades Básicas de Saúde, Ambulatórios e Hospitais. Foram mais de 9 mil consultas e 40 mil procedimentos neste período de 10 dias em que as manifestações interromperam essas atividades essenciais em outras cidades”, afirma o prefeito Luiz Fernando Machado.

Na segunda-feira (4), às 16h, no 7º andar, o Comitê de Gestão de Crise realiza coletiva de imprensa, para apresentar o balanço dos trabalhos e ações desempenhadas ao longo do período.

 

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2018/05/31/com-reabastecimento-comite-de-gestao-de-crise-suspende-escoltas/
Leia mais sobre ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br