Mulheres representam 53% das usuárias das UBSs e equipamentos da Saúde

Publicada em 07/03/2018 às 18:25

Dos usuários dos equipamentos de Saúde de Jundiaí, as mulheres representam 53%. Sônia Maria de Amorim Oliveira, 53 anos, moradora no bairro Morada das Vinhas, faz parte deste percentual que utiliza dos serviços e atendimentos ofertados na rede de saúde de Jundiaí. Em acompanhamento contra o câncer, passa também por grupos contra depressão, diabetes e colesterol. “Encontrei o acolhimento e o tratamento que precisava na hora mais difícil da minha vida na rede pública de Saúde de Jundiaí”, comenta, agradecida, servindo de exemplo para pessoas que estejam passando por problemas.

Entre a descoberta do tumor até o início do tratamento foram menos de dois meses. “Tudo foi muito rápido. Passei pela consulta na UBS, a médica fez a punção e encaminhou pra análise. Fiz biópsia e quando me vi já estava fazendo quimioterapia no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP). Na sequência foi a cirurgia e a radioterapia. Por mais difícil que seja o enfrentamento à doença, o atendimento prestado foi excelente. Hoje ainda faço acompanhamento no Ambulatório de Saúde da Mulher, no Hospital Universitário (HU), com sessões de fisioterapia também lá, por conta do impacto causado pela doença no músculo do braço. Conto a minha história para todos, como forma de incentivo a enfrentar sua situações de dificuldade”, conta.

Sônia também passou por depressão, e encontrou nos grupos do Núcleo de Assistência e Saúde da Família (NASF) da Unidade Básica de Saúde (UBS) Morada das Vinhas o entendimento para a doença. “Jundiaí foi elogiada por equipe do Ministério da Saúde para o atendimento e tratamento aos casos de câncer, com tempo entre a suspeita até o início do tratamento menor que os 60 dias preconizados. O acesso ao atendimento à saúde, de modo resolutivo e em tempo oportuno é fundamental para o sucesso nos tratamentos. O acompanhamento, com atividades em fisioterapia, nutricionista, grupos de apoio, consultas, exames e disponibilização de medicamentos, proporciona o atendimento integral. E isso é oferecido não só para as mulheres como também para homens de todas as idades”, detalha o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera.

Ofertas

Com a proximidade do Dia Internacional da Mulher, comemorado dia 8 de março, a UGPS reforça o cardápio de atendimentos ofertados exclusivamente para a saúde feminina, realizada na estrutura do Hospital Universitário, que conta com o Ambulatório de Saúde da Mulher. Lá são realizados, em média 350 partos/mês, aproximadamente 4,2 mil novos jundiaienses a cada ano. No Pronto Socorro de Ginecologia e Obstetrícia, são realizados em média 3,2 mil atendimentos a cada mês. Assistência emergencial prestada a cerca de 38,4 mil mulheres ao ano.

Por meio de contrato firmado com a Prefeitura, o HU ofertada à população 441 exames de mamografia a cada mês, ou seja 5.292 no ano. Além  outros exames são realizados, tais como ultrassonografia (415 mês) e tomografias (450 mês).

Pela rede básica de Saúde, as mulheres possuem acesso, além dos atendimentos de rotina (papanicolau, sangue, urina, etc) a exames de citologia oncótica, mamografia além de planejamento familiar, grupo de gestantes, grupo de artes e bem estar.

 

Assessoria de Imprensa

Fotos: Fotógrafos PMJ

 



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2018/03/07/mulheres-representam-53-das-usuarias-das-ubss-e-equipamentos-da-saude/
Leia mais sobre , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br