Cursos em unidades móveis têm aprovação dos alunos

Publicada em 14/02/2018 às 09:34

Engana-se quem pensa que estudo e aprimoramento combinam, apenas, com salas de aulas padronizadas. Uma parceria entre a Prefeitura de Jundiaí, por meio do Fundo Social de Solidariedade (Funss), com o Centro Paula Souza (CPS), Programa Via Rápida e ETEC Benedito Storani, permitiu aprendizado de qualidade em um ambiente de ensino sobre rodas. “Não são todas as cidades que possuem infraestrutura completa para receber um curso de qualificação. Assim, criamos as carretas com o objetivo de gerar mobilidade e facilitar o acesso das capacitações aos municípios interessados”, explicou a professora especialista das unidades móveis do CPS, Marina Gimenez.

Este não é o caso de Jundiaí, de acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Vanessa Machado. Pelo segundo ano consecutivo, o município recebeu as salas de aula itinerantes para fortalecer os serviços já oferecidos à população. “A Prefeitura de Jundiaí e o Centro Paula Souza possuem uma parceria que rende bons frutos quando o assunto é a qualificação profissional, com aulas ministradas na sede do Fundo Social. Em 2017, tivemos cursos em diversas áreas e, neste ano, a união segue firme. Com relação às carretas, a proposta foi oferecer mais chances de qualificação e novas vagas”, afirmou.

Cristina Schneider, de 64 anos, conquistou uma destas oportunidades. Matriculou-se no curso de Salgadeiro e ficou encantada com a possibilidade de deixar o trabalho de diarista para empreender. Os ensinamentos foram acompanhados dentro da carreta de “Produção Alimentícia”, cuja área interna é de, aproximadamente, 83 metros quadrados. A sala de aula tem instalações de uma cozinha, com forno, fogão, micro-ondas, batedeiras e balança, simulando um ambiente para produção de pães, doces e salgados. “Aprendi a modelar o quibe logo nas primeiras aulas, tarefa que tinha muita dificuldade em realizar. Depois dos salgados fritos, aprendemos a fabricar produtos assados. Aqui, tem tudo o que precisamos utilizar para trabalhar na fabricação”, disse. Além deste, a carreta também recebe os módulos de Confeiteiro e Panificação, sempre com foco na produção de acordo com as normas de segurança e higiene no trabalho.

Já o veículo de “Hospitalidade”, por exemplo, possui área interna de 60 metros quadrados e conta com balcão para o preparo de drinks e bebidas. De acordo com o professor de Bartender e Garçom, Gustavo Silva, a unidade móvel disponibiliza todos os utensílios necessários para o aprendizado dos profissionais, como coqueteleiras e talheres. “Eles chegam aqui e aprendem desde a teoria até as principais técnicas de como preparar, higienizar e servir”, contou. Há, ainda, um espaço voltado para o curso de Camareira, que simula um hotel, com quarto, banheiro e móveis. “Nunca imaginei ser possível estudar dentro de uma carreta. Cheguei a pensar que seria um local apertado e desconfortável. Mas, quando vi de perto, me surpreendi com a infraestrutura oferecida. A cama é de verdade, o banheiro é em tamanho real e até os lençóis são parecidos com aqueles usados no meu emprego”, disse Wanderléia Carvalho de Almeida, que trabalha em uma rede de hotelaria há dois anos e procurou o curso para aprimorar os conhecimentos e refinar as técnicas já praticadas.

Assessoria de Imprensa

Foto: Fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2018/02/14/cursos-em-unidades-moveis-tem-aprovacao-dos-alunos/
Leia mais sobre , , , , , , , , , , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br