Outubro Rosa segue com oficina de turbantes no FUNSS

Publicada em 16/10/2017 às 09:52

A perda dos cabelos de Ariane Caetano de Morais, de 31 anos, não foi efeito do tratamento do câncer, mas das medicações fortes para esclerose múltipla. O diagnóstico, em 2011, chegou com força na vida da enfermeira e desestabilizou toda a família. “Pensei que era o fim de tudo o que havia conquistado. Não via uma luz, uma direção. Sempre fui vaidosa e olhar o chão da casa repleto de cabelo me deixava ainda pior”.

Na mãe, Ângela Volanti, a jovem encontrou forçar para levantar a cabeça e não deixar a coroa cair. Além disso, foi a própria aposentada que soube pelas redes sociais sobre a Oficina de Turbantes e convidou a filha. “Ver um filho doente é muito dolorido para uma mãe e eu faço tudo por ela”, contou. “Gosto de me arrumar, de usar batom vermelho e os tecidos me reafirmaram como mulher. Meus cabelos já voltaram a crescer, mas o acessório, hoje, também faz parte de algumas produções”, disse Ariane.

De acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Vanessa Machado, histórias como a da Ariane reforçam a importância do trabalho realizado pela unidade: “O Funss abraçou a Campanha Outubro Rosa com a proposta de resgatar a autoestima e a valorização pessoal. Em todo o Brasil, o mês é dedicado ao câncer de mama, mas, na verdade, também serve de alerta para o cuidado com a saúde de uma forma mais ampla”.

A segunda turma da Oficina de Turbantes, oferecida pela Prefeitura de Jundiaí, por meio do Fundo Social de Solidariedade, em parceria com o Centro Paula Souza e a empresa Truckvan, reuniu mulheres de todas as idades, na quarta-feira (10).

Franscisca Peixoto, de 54 anos, também participou da oficina. Ela recebeu o diagnóstico de câncer em maio deste ano. “Começou pela mama, mas já espalhou para o pulmão, fígado, medula óssea e coluna cervical. Perdi meus cabelos castanhos, volumosos, longos e lisos, mas não o sorriso no rosto e a vontade de vencer”, afirmou. A dona de casa participou da oficina acompanhada da sobrinha e se divertiu com as novas amizades: “Este momento é muito importante porque me apresenta outras possibilidades. O lenço não é para mim, apenas. Ele vem, principalmente, para encorajar a minha filha adolescente de que é possível e que a minha cura será transformadora”.

Podem participar das oficinas pessoas em tratamento e público em geral com 18 anos ou mais. Novos encontros acontecerão também nos dias 18 e 25 de outubro, das 10h às 12h, na sede do Fundo Social. As inscrições devem ser feitas presencialmente ou pelos telefones (11) 4521-2929, 4521-2762 e 4521-6833.

Assessoria de Imprensa

Fotos: Fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/10/16/outubro-rosa-segue-com-oficina-de-turbantes-no-funss/
Leia mais sobre , , , , , , , , , , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br