Prefeitura de Jundiaí inicia Enfrentamento da Obesidade Infantil

Publicada em 24/08/2017 às 21:49

Melhorar a qualidade de vida da população é uma das metas do Plano de Governo do prefeito Luiz Fernando Machado. Com foco em criar uma geração mais saudável e ativa, o chefe do Executivo encomendou estudo para a Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) para avaliar a obesidade entre os estudantes de cinco escolas municipais entre 9 e 10 anos (4ºs e 5º anos).

A partir dos dados científicos serão implementadas poliatividades de forma conjunta entre as Unidades de Gestão de Educação (UGE), Esporte e Lazer (UGEL), Cultura (UGC), Promoção da Saúde (UGPS), Agronegócio (UGAAT) além das autarquias FMJ e Escola Superior de Educação Física (ESEF) com o objetivo de prevenir e combater a obesidade nas crianças.

“Este é um projeto futurista. Estamos cuidando de uma geração, despertando hábitos saudáveis de alimentação e uma cultura de vida ativa. O resultado será uma vida adulta com menos doenças e mais qualidade de vida”, afirmou Luiz Fernando.

“Os alunos da FMJ farão a coleta do peso dos estudantes além de multiplicar informações sobre a alimentação saudável, cuidados com a saúde e a prevenção de doenças tanto para as crianças quanto para os pais. A análise dos dados será apresentada no início do próximo ano, para a formatação de políticas de prevenção à obesidade”, comenta o coordenador do estudo pela FMJ, Francisco Homero da Bronzo.

O excesso de peso está diretamente relacionado com as principais causas de morte por DCNTs (Doenças Crônicas Não Transmissíveis) como diabetes, doenças cardiovasculares, câncer entre outras. Segundo dados do Vigitel (sistema de vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico), do Ministério da Saúde, a obesidade é maior entre as pessoas com menor escolaridade. Ainda pelo mesmo estudo, houve crescimento de 60% da obesidade entre os anos de 2006 e 2016 em adultos. Na faixa etária entre 5 e 9 anos, uma em cada três crianças brasileiras estão acima do peso. O Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes de 2015, do Ministério da Saúde, 8,4% dos adolescentes brasileiros estão obesos.

Participam da análise 1251 estudantes, entre 9 a 10 anos, de cinco Emebs (Prof°. Deodato Janski – Tarumã; Prof°. Ivo de Bona – Novo Horizonte; Prof°. Antonio Adelino Brandão – Morada das Vinhas; Prof°. Judith Almeida C. Arruda – Tamoio e Prof°. José Romeiro Pereira – Vila Progresso). A primeira pesagem já foi realizada em junho e a segunda, para a verificação do resultado, será realizada em novembro.

Neste período, as escolas desenvolvem ações educativas relacionadas com o estilo de vida ativo e saudável, entre elas Horta Escolar, Alimentação Saudável, Cultura de Movimento, além da sensibilização dos pais em ação direcionada, no próximo sábado, 26.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/08/24/prefeitura-de-jundiai-inicia-enfrentamento-da-obesidade-infantil/
Leia mais sobre , , , , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br