Plano Municipal da Mata Atlântica é pauta de reunião

Publicada em 10/08/2017 às 17:45

Com prazo para ser finalizado em junho de 2018, o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA) foi tema de reunião entre gestores, na quinta-feira (10). Durante o encontro foi definido plano de trabalho e apresentação de informações colhidas em encontros anteriores.

Segundo a diretora de Meio Ambiente da Unidade de Gestão de Planejamento e Meio Ambiente (UGPUMA), Renata Freire, o trabalho resultará em ações programáticas para preservação da Mata Atlântica remanescente na cidade. “O plano é definido em duas etapas: diagnóstico e a elaboração do plano, propriamente dito. A partir desta reunião, será definido cronograma de trabalho para consolidação dos dados. O resultado será apresentado em audiência pública para os atores sociais envolvidos, como o Comdema e o prazo de conclusão é  junho de 2018”, detalha.

Ainda de acordo com a diretora, a maior parte da coleta de informações  foi realizada assim como o mapeamento dos remanescentes florestais e o estado de conservação de cada área.  A diretora salienta que o Plano Municipal da Mata Atlântica dialoga com o Plano Diretor, leis de proteção ambiental, criando diretrizes de gestão territorial.

O que é

Conforme previsto em na Lei da Mata Atlântica (Lei nº 11.428/06, a Lei da Mata Atlântica), os municípios devem assumir sua parte na proteção dessa importante floresta através dos instrumentos de planejamento. O principal deles é do PMMA, que reúne e normatiza os elementos necessários à proteção, conservação, recuperação e uso sustentável da Mata Atlântica.

 

Assessoria de Imprensa

Fotos Fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/08/10/prefeitura-discute-plano-municipal-da-mata-atlantica/
Leia mais sobre ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br