Educação faz balanço do semestre e planeja as próximas ações

Publicada em 28/07/2017 às 11:40

A Unidade de Gestão de Educação aproveitou o período de recesso escolar para intensificar o planejamento das ações para o segundo semestre, com foco na conclusão da reorganização da rede e início das ações de melhoria da qualidade do ensino. Nos 180 dias de governo, a pasta cumpriu diversos compromissos como a entrega dos kits de uniforme e de material escolar, a contratação de profissionais e a criação de vagas em creches, seguindo as metas do prefeito Luiz Fernando Machado.

“Apesar das dívidas e da desorganização do sistema, herdados da gestão anterior, fechamos o primeiro semestre cumprindo a maioria das metas. Priorizamos soluções para minimizar problemas como a falta de profissionais do Sistema Municipal de Ensino”, avalia o gestor de Educação, José Antonio Parimoschi.

Foram contratados 30 novos professores, sete agentes de desenvolvimento infantil e quatro cozinheiros, para a redução do déficit. Dentro da etapa de organização das escolas, a UGE também entregou os kits de uniforme escolar de verão e de inverno (ao todo, 11 peças) e os livros didáticos, além de finalizar a compra dos kits de material escolar, depois de superar os entraves com o processo de aquisição.

A licitação, iniciada o ano passado, não estava respaldada pela legalidade e foi impugnada em março – depois do início das aulas no dia 13 de fevereiro -, inviabilizando a compra. A atual gestão optou pela licitação em andamento do Ministério da Educação, o que gerou uma economia de R$ 2 milhões aos cofres públicos. Em junho, os alunos receberam os materiais que possuem especificações de qualidade que atendem as necessidades de cada segmento escolar (Educação Infantil e Ensino Fundamental). Esse mesmo kit foi adquirido no Estado por municípios como São Paulo, Campinas, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

Vagas

Em relação às creches, 1,3 mil crianças foram chamadas para o atendimento em escolas municipais, entidades conveniadas e instituições contratadas. No final de 2016, a lista estava com 2,7 mil crianças na espera. Em março, a Unidade de Educação alterou os períodos de inscrição, possibilitando com que os pais sejam atendidos praticamente o ano todo: de 1 de fevereiro a 15 de dezembro. Antes, as inscrições eram efetuadas somente entre os dias 10 e 30 dos meses de março e setembro. Além disso, a UGE retomou o diálogo com o Ministério Público e a Defensoria para articular medidas para aumentar a oferta de vagas para os próximos anos, de forma planejada.

O Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos fecha o semestre com 700 novas matrículas, a formatura de 120 alunos no Ensino Fundamental e a realização de testes de escolaridade que estavam parados desde 2014, o que possibilitou com que 173 pessoas voltassem a estudar. Atualmente o CMEJA conta com 2.700 alunos matriculados, nos cursos de Ensino Fundamental e Médio, na modalidade presencial e semipresencial.

Já a Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot, a fim de fomentar cada vez mais os hábitos de leitura e escrita, realiza a 13º Olimpíada de Redação, com o tema inspirado na frase de Steve Jobs: “Quero deixar uma marca no Universo.” As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de agosto, pelo site da Prefeitura de Jundiaí.

Estrutura Física 

Parimoschi também lembra que foi realizado um levantamento das necessidades de intervenções de pequeno, médio e grande portes nas 112 Emebs e, de acordo com a disponibilidade financeira, as obras estão sendo realizadas.

“Reformamos a Emeb Antonino Messina, no Jardim Bonfiglioli; pintamos a Reynaldo Montalvão Basile, no Tarumã; refizemos os telhados das escolas João Luiz de Campos e Melânia Fortarel Barbosa, no Jardim Florestal e bairro do Poste, respectivamente; e, em março, iniciamos a reforma geral, que custará mais de R$ 1,3 milhão, do prédio da creche Waldemir Savoy, no Tulipas, que estava fechada desde fevereiro de 2016, após apresentar problemas na estrutura. Mesmo com todas as dificuldades herdadas da gestão anterior, é prioridade da atual administração investir, com responsabilidade, na melhoria dos prédios escolares”, frisa.

Planejamento

Ao assumir a UGE, o novo gestor, José Antonio Parimoschi, iniciou um ciclo de planejamento com a participação dos diretores da rede municipal, assim como com os coordenadores e supervisores pedagógicos, visando a aproximar quem está atuando na ponta da Educação com o núcleo de gestão da unidade.  E o maior desafio está na melhoria da qualidade do ensino ofertado aos alunos.

“Também temos um grupo estudando, além do projeto pedagógico que será implementado, a terceira e última versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que vai estabelece os conteúdos essenciais e competências que as crianças e adolescentes deverão desenvolver na educação básica em todas as escolas do país. Outra ação, que vem sendo trabalhada, é o Fórum de Educação, o qual vai avaliar e revisar as metas e estratégias do Plano Municipal de Educação.”

Novidade

Dentro das novidades, a Unidade de Educação fez adesão ao Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo), prova que tem a finalidade de produzir um diagnóstico da situação da escolaridade básica paulista, visando orientar os gestores do ensino no monitoramento das políticas voltadas para a melhoria da qualidade educacional. Nos últimos dois anos – 2015 e 2016 -,o município não participou da avaliação.

Ao todo, serão avaliados 7.825 alunos do Ensino Fundamental, nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, que são essenciais para o desenvolvimento dos alunos.

Outra ação aguardada foi a retomada do projeto horta escolar em seis escolas municipais, com a perspectiva de expansão para todo o sistema e o envolvimento dos pais e da comunidade, incentivando a mudança de hábitos alimentares e efetivando a educação nutricional.

“Superados os maiores entraves da reorganização, que foi necessária diante da situação em que recebemos o Sistema Municipal de Ensino, agora é olhar para frente e planejar os próximos passos, para que tenhamos uma educação de qualidade para as nossas crianças. Valorizar e investir na formação e na capacitação permanente dos nossos profissionais é uma das principais estratégias para alcançarmos as metas de qualidade. Os desafios que o futuro impõe são enormes e a educação é base para esse processo de transformação pelo qual o mundo está passando”, acrescenta Parimoschi.

Assessoria de Imprensa

Foto: Fotógrafos PMJ



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/07/28/educacao-faz-balanco-do-semestre-e-planeja-as-proximas-acoes/
Leia mais sobre ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original

  • Educação: diversos compromissos como a entrega dos kits de uniforme e de material escolar, a contratação de profissionais e a criação de vagas em creches
    Foto: Fotógrafos PMJ
    Clique para fazer o download da foto


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br