Vasectomia é tema de encontro no Hospital Universitário

Publicada em 27/07/2017 às 14:36

Cerca de 40 homens participaram no final da tarde desta quarta-feira (26), de um bate-papo para orientações pré e pós cirurgia de vasectomia no Hospital Universitário de Jundiaí (HU). A vasectomia é um procedimento cirúrgico para homens que não desejam mais ter filhos. O encontro é coordenado pela enfermeira Sandra Ferreira, que integra a equipe de urologia dos médicos Benedito Assis Bottene e Luis Roberto Annichino. O objetivo é esclarecer dúvidas e passar informações relevantes aos participantes, pois esta é a última etapa antes da realização da operação.

Segundo a enfermeira, os homens interessados em realizar a vasectomia passam inicialmente por atendimento no Postinho de seu bairro, depois são encaminhados à Saúde da Mulher e com acompanhamento médico e psicológico é realizado o planejamento familiar, que muitas vezes é definido com a participação da esposa do paciente. “Tem todo um processo antes, este encontro que realizamos mensalmente aqui no HU, é a última etapa antes da cirurgia, por isso é muito importante”, destaca ela.

Durante as orientações, a enfermeira fala sobre o preparo para a realização da cirurgia. “Não é preciso estar em jejum, não pode vir e nem voltar pilotando moto, tem que ter um acompanhante adulto, tomar banho e fazer depilação completa no órgão sexual, que irá facilitar os cuidados posteriores”, explica.

Também é abordado o processo cirúrgico, que não leva mais que 20 minutos. “É um procedimento simples, sem dor e com anestesia local. No entanto, como é uma região delicada, pode haver um pequenino desconforto. Também é importante dizer que são operados os dois canais deferentes, que conduzem os espermatozoides dos testículos até o pênis”, conta a enfermeira.

A recuperação leva de 10 a 12 dias e o paciente pode ter relação sexual uma semana após sua recuperação, mas utilizando métodos contraceptivos. “O paciente só poderá ter relação sexual sem o risco de engravidar sua parceira depois que se recuperar, passar por avaliação médica e for constatado espermograma zerado. Antes disso, pode ocorrer uma gravidez”. A enfermeira explica que normalmente são necessárias 25 ejaculações para que o resultado do espermograma – exame que analisa a fertilidade por meio do sêmen – esteja zerado. Por isso, orienta que o casal faça este controle em casa, anotando quantas vezes ocorreu a relação sexual com ejaculação. Após 25 ejaculações, é só marcar o retorno ao médico, realizar os exames e verificar os resultados.

A enfermeira explica que por lei o homem tem direito a cinco dias de atestado médico ao realizar a vasectomia. Orienta ainda que por este período não pode carregar peso, andar de moto, correr, andar de bicicleta ou outras atividades mais bruscas, pois há o risco de estourar os pontos e ocorrer sangramento. “O paciente não precisa se preocupar em retirar os pontos, pois são absorvidos pela pele. Basta seguir as orientações pré e pós cirúrgica e o resultado será um sucesso”.

As cirurgias de vasectomia são consideradas eletivas, ou seja, aquelas que não são emergenciais. O procedimento é realizado por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) no Centro Cirúrgico do Hospital Universitário.

Após o encontro, cada participante recebe material impresso com as orientações passadas. O bate-papo ocorre uma vez por mês, sempre na última quarta-feira, às 17h, no Anfiteatro do Hospital Universitário.

Assessoria de Imprensa – HU



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/07/27/vasectomia-e-tema-de-encontro-no-hospital-universitario/
Leia mais sobre ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br