Desde janeiro, mais de mil vagas foram abertas para cursos gratuitos

Publicada em 25/07/2017 às 17:38

O diploma de um curso superior nem sempre é o bastante para um mercado de trabalho altamente competitivo. Tábata Caroline Moreira da Silva cursa a graduação em Engenharia Civil e é uma das alunas de Eletricista, do Fundo Social de Solidariedade. “Preciso de prática e aqui tenho a oportunidade de aprender e aplicar o conhecimento”, disse a jovem de 21 anos, moradora no Jardim Califórnia, na região do bairro Jundiaí Mirim.

A Janete dos Santos Silva, que mora no Caxambu, concluiu o curso técnico em Segurança do Trabalho, mas está desempregada. Pelas redes sociais, soube da abertura de vagas para cursos gratuitos no Fundo Social e não perdeu tempo: “Senti a necessidade de ampliar os meus conhecimentos e, por este motivo, resolvi aproveitar a oportunidade oferecida pela Prefeitura de Jundiaí”.

Estas e outras diferentes histórias preenchem, diariamente, as salas de aula do Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí (Funss), que se dedica, desde o início do ano, a promover o protagonismo social de quem vive no município. “Infelizmente, com a crise econômica vivida no Brasil, muitas pessoas ficaram desempregadas e fragilizadas. Nosso objetivo é proporcionar ferramentas para o fortalecimento das famílias, resgatando a autoestima e a dignidade da população”, explicou Vanessa Machado, presidente do Funss.

Com esta proposta, de janeiro a julho de 2017, o Fundo Social já ofertou 1078 vagas para mais de 50 cursos de qualificação profissional. Entre as modalidades estão Gastronomia e Produção Alimentícia, Artesanato, Beleza, Moda, Hospitalidade, Música, Serviços e Informática, entre outras. “Costumamos dizer que o emprego é a melhor forma de distribuição de renda. No entanto, é preciso estar devidamente capacitado. Por isso, os cursos devem ser vistos como fator determinante para quem almeja uma boa oportunidade no mercado de trabalho, cada vez mais exigente”, afirmou ela.

União de forças

Para garantir à população bons cursos de qualificação profissional, gratuitos e, principalmente, sem onerar os cofres públicos, o Fundo Social de Solidariedade atua com o auxílio de parceiros. “Na primeira semana de janeiro, estive com a Diretora-Superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, que prontamente entendeu a nossa necessidade e colabora, juntamente com a sua equipe e com a ETEC Benedito Storani, na promoção de diversos módulos em nosso município”, explicou Vanessa.

Algumas modalidades também são realizadas em parceria com o SEBRAE, SENAC, profissionais autônomos e a própria Prefeitura de Jundiaí. Os cursos de Pintura em Tela e Violão, por exemplo, são promovidos com a colaboração da Unidade de Gestão de Educação. Já as turmas de Informática são capacitadas pela Companhia de Informática de Jundiaí (CIJUN), responsável por prover soluções de tecnologia da informação para todos os órgãos públicos municipais.



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/07/25/desde-janeiro-mais-de-mil-vagas-foram-abertas-para-cursos-gratuitos/
Leia mais sobre , , , , , , , , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br