Gestor apresenta demandas à Secretaria de Planejamento do Estado

Publicada em 14/07/2017 às 17:37

O gestor de Governo e Finanças de Jundiaí, José Antonio Parimoschi, apresentou as demandas do Município e também do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) – presidido atualmente pelo prefeito Luiz Fernando Machado – durante audiência pública para elaboração da Lei Orçamentária Anual de 2018 do Governo do Estado de São Paulo. A audiência, prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), foi realizada na manhã desta sexta-feira (14), na sede da OAB de Jundiaí.

As duas demandas prioritárias apresentadas pelo gestor da UGGF, definidas em reunião na quinta-feira (13) com os prefeitos do AUJ, foram a inclusão do Hospital São Vicente de Paulo no programa Santas Casas Sustentáveis, tendo em vista a sua condição estruturante de atendimento em Saúde da Região de Jundiaí, e também a inclusão no Orçamento de R$ 3 milhões para a Polícia Civil, a fim de implantar uma rede de videomonitoramento eletrônico integrando as sete cidades do Aglomerado.

“O São Vicente custa cerca de R$ 185 milhões por ano, sendo que 75% deste valor é custeado pelo Município. Jundiaí aplica 30% do que arrecada em Saúde, índice que é o dobro do exigido pela LRF, e grande parte deste valor é destinado ao HSVP. A inclusão no Santa Casa Sustentável é muito importante, uma vez que trata-se do principal equipamento de saúde pública da Região. O hospital já tem, inclusive, todas as características previstas no programa”, comentou Parimoschi.

Sobre a implantação da rede de videomonitoramento eletrônico, o gestor ressaltou que isso daria uma condição estratégica para as forças policiais das sete cidades, “com o objetivo de tornar mais efetivas as ações visando a segurança dos cidadãos”. Para esta medida, o pedido do AUJ é de inclusão de R$ 3 milhões no Orçamento estadual de 2018.

Além das demandas prioritárias mencionadas, o gestor apresentou pedidos dos representantes do AUJ para inclusão na LOA de R$ 2,5 milhões para construção de uma nova sede para o Instituto Médico Legal, uma vez que a atual é “inadequada”, de R$ 2,1 milhões para aquisição de 30 viaturas para a Polícia Militar intensificar as ações de policiamento nos sete municípios, “especialmente as rondas escolares”, e de R$ 1,5 milhão para implantação de uma nova sede operacional para o Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jundiaí, que atende também Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista.

Em relação às demandas específicas de Jundiaí, Parimoschi solicitou também a inclusão de R$ 5 milhões para implantação de um pólo de tecnologia e inovação para a área de Educação no Complexo Argos, de R$ 5 milhões para o Programa Melhor Caminho, “a fim de melhorar as condições das estradas por onde são escoadas as produções agrícolas”, R$ 1,5 milhão para construção de um pôlder ao longo do Rio Jundiaí a fim de evitar enchentes nos bairros do Jardim Tulipas e Jardim Novo Horizonte, entre outros pedidos.

Assessoria de Imprensa

Fotos: Fotógrafos PMJ

 



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/07/14/gestor-apresenta-demandas-a-secretaria-de-planejamento-do-governo-do-estado/
Leia mais sobre , , , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br