Para reduzir filas, Unidades de Saúde terão apoio matricial em ortopedia

Publicada em 23/06/2017 às 16:23

Atualmente, 3356 pacientes estão na fila à espera por uma primeira consulta com um ortopedista. Mas este quadro tende a reduzir, já que a partir de 11 de julho, os pacientes atendidos nas Unidades de Básicas de Saúde (UBSs) terão seus casos discutidos entre o médico da UBS (clínico geral, pediatra, ginecologista e médico da família) e o especialista. A partir da discussão de cada caso será definido se o paciente deve ser acompanhado pelo especialista ou pelo médico. Com essa iniciativa, a expectativa da Unidade de Promoção da Saúde é reduzir em até 30% a fila de espera para a especialidade de ortopedia.

“A proposta é não somente diminuir a fila de espera, mas qualificar esta fila. Isto quer dizer que serão encaminhados para o especialista apenas os casos que tem critério para um acompanhamento especializado. Os demais seguirão na atenção básica para acompanhamento clínico. É importante que esta atividade seja contínua, visando fortalecer a atenção básica na condução dos casos” explica a integrante da equipe do Núcleo de Regulação da Saúde da UGPS, Crissen de Arruda Barbirato Horta. 

Antes de iniciar o chamado apoio matricial, a UGPS está realizando reuniões com médicos e gerentes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades de Saúde da Família (USFs) e profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), a fim de pactuar o Protocolo de Ortopedia e informar sobre a dinâmica desta atividade. 

A rotina do matriciamento começa com a equipe da unidade de saúde selecionando os casos que serão atendidos e discutidos de forma compartilhada, ou seja, entre médico da unidade e especialista.

Nesta quinta-feira (22), a reunião aconteceu na UBS Agapeama para os servidores da Regional II. As próximas reuniões com os servidores envolvidos nesta atividade estão previstas para o dia 05 de julho, às 8h (Regional III) e no dia 06 de julho, às 13h (Regional IV). Ambas na Escola de Governo e Gestão do Município. Os servidores das Unidades pertencentes à Regional I se reuniram na UBS Novo Horizonte no dia 21 de junho

Para os usuários da rede de atenção básica, o apoio matricial não é nenhuma novidade. Desde fevereiro deste ano, ele está ocorrendo com a especialidade de Reumatologia. O resultado está nos números. Em quatro meses, a fila de espera caiu cerca de 27%. Dos iniciais 2130 pacientes que aguardavam pela consulta em fevereiro; o mês de junho terminou com uma demanda de 1569 na espera.

De acordo com Crissen, o apoio matricial começou pelas especialidades com maior demanda reprimida. A próxima especialidade a receber o apoio matricial será a Neuropediatria.

Assessoria de Imprensa

Foto: Prefeitura de Jundiaí

 



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/06/23/para-reduzir-filas-unidades-de-saude-terao-apoio-matricial-em-ortopedia/
Leia mais sobre , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br