Caxumba e Catapora: vacina ainda é o melhor remédio

Publicada em 07/06/2017 às 18:46

As doenças já foram consideradas de criança, com maior incidência no inverno, mas o quadro epidemiológico da catapora e caxumba tem apresentado algumas variações, como também tornar suscetíveis pessoas em idade adulta, assim como registrar casos ao longo de todo o ano. O que não muda é a eficácia da vacina, desde que tomada corretamente.

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Maria Cristina Vieira da Silva, a população não possui o hábito da imunização completa, ou seja, com as duas doses da vacina. “Um comportamento que torna estas pessoas igualmente suscetíveis, mesmo sabendo que a vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS)”, alerta.

No caso da catapora, a transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio do contato direto ou de gotículas de saliva que são eliminadas no ar quando o paciente infectado fala, tosse ou espirra. Raramente pode ocorrer a transmissão do contato com lesões de pele.  Indiretamente é transmitida por objetos contaminados com secreções de vesículas e membranas mucosas de pacientes infectados.

O risco de transmissão da catapora existe em qualquer lugar do mundo, especialmente nas áreas urbanas com grandes aglomerados populacionais. É uma doença altamente transmissível, comum em crianças. Além disso, a catapora pode ocorrer durante o ano todo, porém observa-se um aumento do número de casos no período que se estende do fim do inverno até a primavera (agosto a novembro).

Da mesma forma, a caxumba também é uma doença viral, mas que provoca no indivíduo a inflamação das glândulas parótidas (salivares). Na maior parte das vezes, assim como a catapora, a infecção pode se manifestar nos meses de inverno e início da primavera.

A vacina tríplice viral – SCR (Sarampo, Caxumba, Rubéola) é a forma mais eficiente de prevenção. As doses devem ser aplicadas em todos os indivíduos entre 12 meses e 29 anos, em duas doses comprovadas em caderneta de vacinação.

Assessoria de Imprensa

 

 

 

 



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/06/07/caxumba-e-catapora-vacina-ainda-e-o-melhor-remedio/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br