No Jardim Tamoio, Jundiaí inicia projeto pioneiro de handebol

Publicada em 08/05/2017 às 17:37

Nem os Mundiais, nem os Sul-Americanos se comparam ao arremesso que o ex-jogador da seleção brasileira de handebol, Diogo Henrique de Souza, conhecido como Boi, deu  nesta segunda-feira (8), quando oficialmente teve início as aulas do “Núcleo Correios de Handebol” – “Preparando Mãos para o Futuro”.

O ex-jogador estará à frente deste projeto pioneiro que chega a Jundiaí pelas mãos da Confederação Brasileira de Handebol (CBhb) em parceria com os Correios. Serão atendidas 30 crianças do Jardim Tamoio, entre meninos e meninas. “Eu não tive esta oportunidade e, talvez, se tivesse chegaria à seleção mais facilmente. Aqui, mais do que revelar atletas, esperamos formar um bom cidadão por meio do esporte”, declara.

Embora não seja este o objetivo do núcleo, a história do handebol jundiaiense revelou jogadores que transformou o município em um celeiro de atletas campeões. “Tanto a CBhb, quanto os Correios acertaram ao escolher a nossa cidade para implantar este projeto. Jundiaí é referência em muitas práticas esportivas, mas em especial em parcerias públicos-privadas vitoriosas. Este núcleo vai garantir a oportunidade para todos. Desejo que aproveitem e, mais do que grandes atletas, se tornem grandes seres humanos”, afirma o prefeito Luiz Fernando Machado.

Atenta ao recado que acabara de ouvir, a pequena Kethelyn Vitória da Silva Souza, de 10 anos, se vê diante de um sonho realizado. “Sempre gostei de esporte, mais ainda no handebol. Penso em me tornar uma atleta profissional e aqui vou ter tudo o que preciso para chegar onde almejo”, afirma.

O gerente regional de vendas dos Correios, César Tadeu Menezes Reis, revela que, ao escolher Jundiaí para sediar o projeto, está cumprindo o compromisso de conectar as pessoas por meio do esporte. “A cidade tem um conjunto de fatores que pesa na escolha: a indicação da CBhb, o histórico campeão do handebol e a presença atuante de Rita Orsi, responsável pela elaboração do projeto. Entre os mais de 5,5 mil municípios do Brasil, Jundiaí apresenta requisitos inquestionáveis para receber este projeto”, declara.

O olhar da ex-supervisora da seleção brasileira de handebol e atual diretora do Departamento de Formação e Rendimento da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer (UGEL), Rita Orsi, vai além da importância do núcleo na cidade. “A partir de agora, iniciamos a preparação destas mãos para o futuro, que ao receber, passar e arremessar transformará Jundiaí em uma referência no handebol do Brasil”, acredita Orsi.

Assessor de Imprensa 

 



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/05/08/no-jardim-tamoio-jundiai-inicia-projeto-pioneiro-de-handebol/

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br