Esporte cria força-tarefa para obras de manutenção nos Complexos Esportivos

Publicada em 27/04/2017 às 19:18

Corte de mato, pintura dos muros, troca de refletores, reforma de equipamento esportivo. Um trabalho de intensa dedicação para os funcionários da Unidade de Gestão do Esporte que desde o início deste ano iniciaram uma força-tarefa visando realizar obras de manutenção dos Complexos  Esportivos da cidade.

“Iniciamos esta administração com os espaços públicos abandonados. Desde então remanejamos o nosso cronograma de prioridades para oferecer condições do munícipe frequentar os Complexos Esportivos com segurança e conforto. O prefeito Luiz Fernando Machado tem sido enfático no compromisso de oferecer serviços de qualidade à população”, ressalta o gestor da Unidade de Esportes, Luiz Trientini.

O gestor revela que, com o orçamento comprometido, todas estas obras de manutenção têm sido realizadas com o mínimo de recurso. “Estamos recorrendo à mão de obra da própria Unidade de Gestão, além de utilizar material que tínhamos em estoque”.

Nem a chuva desta quinta-feira (27) impediu que os funcionários da Prefeitura de Jundiaí prosseguissem com a manutenção dos Centros Esportivos. No Complexo Esportivo Doutor Nicolino de Lucca – Bolão, obras de contenção das águas pluviais foram realizadas, além do reparo elétrico, troca de holofotes e reatores da pista de atletismo.

Melhorias que a dona de casa Maria do Carmo Pereira Pontes percebeu logo que chegou para sua caminhada matinal. “Estou em Jundiaí há pouco tempo, mas fico impressionada com a preservação e limpeza dos espaços públicos. O jundiaiense é privilegiado por dispor de tantas alternativas de centros esportivos”, reconhece.

No Complexo Esportivo Benedito de Lima, no Retiro, foram trocados 600 metros de fiação elétrica, além da pintura e corte de mato. O espaço ganhou reforço dos equipamentos de segurança e familiares, que antes esperavam de pé a aula de ginástica artística acabar, vão dispor de bancos, que estão sendo construídos.

“Finalmente resolveram dar uma atenção para as mães e pais que acompanham os filhos. Estas melhorias só nos fazem querer frequentar cada vez mais os Complexos Esportivos”, declara Maria Aparecida Pires Vieira, avó da ginasta Manuela, de 5 anos.

O mato alto do Ovídeo Bueno, na Vila liberdade, foi cortado. Torneiras e telhas levadas por vândalos foram substituídas. No CECE Francisco Dal Santo, na Vila Rami o corte alto já não compõe mais o cenário.

As mesmas obras foram realizadas no Romão de Souza, na Colônia; incluindo a substituição de lâmpadas e reatores da quadra principal. Ponto de parada obrigatória para os adeptos do esporte radical, o Complexo Esportivo José Brenna (Sororoca), ganhou um reforço na sala dos professores e a pista de skate, em breve, deve passar por uma reforma.“Estamos elaborando um projeto junto com os skatista para que as alterações garantam a segurança na prática da modalidade”, afirma Trientina.

Moradores da Ponte São João que frequentam o Pedro Raymundo vão encontrar os brinquedos e equipamentos de ginástica reparados. A pichação que compunha o cenário do Complexo Esportivo Francisco Gastaldo, no Morada das Vinhas, abre espaço para a pintura nova e corte de mato.

No Sapariranga, vestiário do Leo Pereira também está recebendo pintura nova. A grama do campo foi podada e o mato cortado. Ao chegar ao Complexo Esportivo Helena Cestari, na Vila Comercial, as centenas de pessoas que diariamente caminham no espaço, notam o corte de mato.

Vandalismo
Apesar do trabalho intenso para recuperar os Complexos Esportivos, a Unidade de Esporte busca alternativas para reforçar a segurança, já que a ação dos vândalos continua ocorrendo. “Dal Santo, Romão de Souza e Sororoca são os campeões de invasões. Os gastos para repor equipamentos ou consertar o que foi destruído poderiam ser investidos em melhorias”, comentou o gestor de esporte.

Em um segundo momento, a Unidade de Esporte pretende reforçar a segurança dos espaços, além de chamar a população para contribuir com sua manutenção. “Todas as vezes em que um vidro do Complexo Esportivo é quebrado, ou os muros são pichados, quem perde é o morador que frequenta o local”, conclui.

Assessoria de Imprensa



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2017/04/27/esporte-cria-forca-tarefa-para-obras-de-manutencao-nos-complexos-esportivos/

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br