Jardim Fepasa ganha ‘sala de memória’

Publicada em 04/10/2016 às 18:07

O Museu Histórico e Cultural de Jundiaí inaugura no sábado (8), às 14h, uma sala de memória no Centro Comunitário Casa Verde, no Jardim Fepasa. A sala de memória será a primeira externa e busca conservar a memória do bairro.

A exposição permanente é chamada “Caminhos do Jardim Fepasa: a Sonhada Flor de Lótus”, homenagem a Tomé Zabelê, importante liderança social e cultural da cidade. Ele desenvolveu um projeto homônimo de inclusão nas décadas de 1980 e 1990. Também sambista, compositor e ativista de outros projetos como o Festival Pão e Poesia, Zabelê será homenageado durante o evento com a exibição de um documentário e com a presença de grupos de rap da cidade.

O projeto mistura museologia social e de território em um espaço expositivo com objetos e imagens de diversas épocas, de moradores, agentes, educadores e artistas locais na chamada “ação extramuros” do Museu, vinculado à Secretaria de Cultura, da Prefeitura de Jundiaí.

Mais – O projeto teve início em 2014 com uma primeira fase na oficina para jovens e adolescentes chamada “Vídeo Ativo”, orientada por Rodrigo Tangerino. Os participantes entraram em contato com técnicas de filmagem e documentário, o que permitiu a gravação de entrevistas com outros moradores em suas histórias e lembranças.

As oficinas ocorreram no espaço de atividades recreativas e artísticas do contraturno escolar mantido no local pela Pastoral do Menor, da Paróquia Santa Teresinha (da Vila Rio Branco).

A segunda fase envolveu uma série de entrevistas mais profundas e longas, focadas na questão da luta habitacional e a reurbanização do conjunto que envolveu mobilização social e seus aspectos de cidadania e organização.

O processo reuniu acervos pessoais de fotos, recortes de jornais e outros documentos. Além de mais de 200 imagens, um acervo de letras manuscritas e roteiros de shows, cedidos por Maria Lúcia de Sá, viúva de Zabelê. Tudo foi digitalizado gradualmente.

Música – Os grupos que vão participar do evento são formados por moradores do próprio bairro. O “Favela Consciente” conta com os rappers Preto Pil, Pharrell e Mano Xandy, e o Coletivo Peça-Chave tem Juninho Canibal, Marcião Piritubano, Fininho e DJ Snoopy R. Também participam MC Choco, Salassie e Neg.

O Centro Comunitário fica na rua Sebastião de Oliveira Queirós, 345.

Assessoria de imprensa 



Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/10/04/jardim-fepasa-ganha-sala-de-memoria/
Leia mais sobre , , ,

Galeria de imagens desta notícia

Clique na imagem para fazer o download do arquivo na resolução original



Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br