Feiras e varejões têm monitoramento semanal

Publicada em 27/06/2016 às 05:39
Cleber de AlmeidaFeiras e varejões são tema de reunião técnica específica a cada semana

Feiras e varejões são tema de reunião técnica específica a cada semana

A cada segunda-feira, uma comissão da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Turismo avalia os relatórios dos técnicos da semana anterior para avançar em uma das redes municipais de abastecimento mais importantes do Estado de São Paulo. São 38 feiras livres e varejões, com 220 feirantes ou permissionários envolvidos em uma conta que ainda não inclui as bancas de produtor na praça, circuito das frutas nos terminais, pesca econômico ou feira orgânica.

“Sempre ocorrem, além das demandas cotidianas dos participantes, as observações relativas aos espaços públicos desses eventos, que são encaminhadas para as outras secretarias públicas, como Serviços Públicos, DAE ou Obras entre outras”, comentou a secretária de Agricultura, Abastecimento e Turismo, Valéria Silveira de Oliveira.

As 17 feiras livres, os 17 varejões diurnos e os quatro varejões noturnos envolvem uma circulação importante para a economia local, muitas vezes aproximando produtores e moradores. O diálogo contínuo permitiu, ao lado de reparos pontuais, o surgimento dos banheiros móveis em alguns casos e a ampliação dos eventos noturnos, em outros. “A equipe técnica é muito presente”, comentou o diretor Edilson Chrispim.

De acordo com a secretária Valéria Silveira de Oliveira, o padrão de qualidade do sistema de feiras e varejões de Jundiaí cresceu nos últimos anos com a padronização de bancas e aventais, além do desenvolvimento de novas tecnologias.

As feiras livres são das 6 às 12 horas na terça-feira (Centro, Vila Comercial e Vila Jundiainópolis), quarta-feira (Ponte São João e Vila Hortolândia), quinta-feira (Anhangabaú e Vila Progresso), sexta-feira (Vila Liberdade, Jardim Tamoio e Retiro), sábado (Eloy Chaves e Vianelo) e domingo (Vila Arens e Jundiaí-Mirim).

Os varejões diurnos são das 7 às 11 horas na terça-feira (Jardim Sarapiranga), quarta-feira (Jardim do Lago), quinta-feira (Jardim Rosaura), sexta-feira (Jardim das Hortências), sábado (Anhangabaú, Agapeama, Jardim Tulipas, Morada das Vinhas, Jardim Vera Cruz, Novo Horizonte e Santa Gertrudes) e domingo (Jardim Pacaembu, Vila Hortolândia, Almerinda Chaves, Vila Progresso, Jardim Martins e Fazenda Grande).

Já os varejões noturnos são das 18 às 22 horas na terça-feira (Bolsão do Parque da Uva), quarta-feira (Eloy Chaves e Agapeama) e quinta-feira (Bolsão da Argos).

http://www.jundiai.sp.gov.br/noticias/2016/06/02/varejao-noturno-aprova-novo-espaco-solidario/

http://www.jundiai.sp.gov.br/noticias/2016/04/12/praca-reformada-valoriza-tradicional-feira-livre-do-vianelo/

Saiba mais: http://www.jundiai.sp.gov.br/agricultura-e-abastecimento/abastecimento/


Por José Arnaldo de Oliveira

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/06/27/feiras-e-varejoes-tem-monitoramento-semanal/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br