Jundiaí reforça pioneirismo agrícola com R$ 1,8 milhão

Publicada em 24/05/2016 às 03:50
Paulo GrégioProdutores e autoridades durante lançamento dos novos projetos

Produtores e autoridades durante lançamento dos novos projetos

A Prefeitura de Jundiaí esteve presente, nesta terça-feira (24), no lançamento de dois projetos inovadores da zona agrícola, um deles inédito no Brasil. O primeiro foi uma linha automatizada de seleção e embalamento de frutas na Cooperativa agrícola Nossa Senhora das Vitórias, no bairro rural do Traviú, e o segundo foi uma envasadora móvel na Cooperativa Agrícola dos Produtores de Vinho de Jundiaí (AVA), no bairro rural da Toca.

Os investimentos foram de R$ 751 mil no caso da envasadora móvel e de R$ 530 mil no da linha automatizada de frutas, sendo 70% em recursos não-reembolsáveis do Banco Mundial no programa Micro Bacias 2, gerenciado pelo Governo do Estado. Os outros 30% são contrapartida dos produtores envolvidos.

O evento, que teve etapas nos dois bairros, contou com a presença do prefeito Pedro Bigardi, do secretário-adjunto estadual de Agricultura e Abastecimento, Rubens Rizek Júnior, e de outras autoridades e técnicos da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Turismo, da Casa da Agricultura, da Escola Técnica Estadual Benedito Storani, do Instituto Agronômico de Campinas, do Banco do Brasil e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento entre outros.

“A conquista dessas cooperativas mostra a força do trabalho e a importância que precisamos valorizar na nossa zona rural”, afirmou o prefeito Pedro Bigardi, destacando outras iniciativas municipais complementares, como o resgate da Festa da Uva, a criação do Programa de Subsídio do Seguro Agrícola, a implementação das Rotas Turísticas ou a preocupação com o setor no Plano Diretor Participativo.

O secretário-adjunto estadual Rubens Rizek Júnior seguiu a mesma linha e elogiou a capacidade dos produtores rurais de Jundiaí e a situação única da cidade, que, entre dois grandes centros metropolitanos como São Paulo e Campinas, consegue manter uma região rural fundamental e inovadora em uma situação “sui generis” que beneficia até mesmo a saúde.

“Essa paisagem maravilhosa destaca uma cultura de produção da pequena propriedade, usando o cooperativismo dessa forma que estamos vendo e gerando empregos e renda na própria economia local, que é um exemplo para o País”, destacou Rizek Júnior.

Ele lembrou que o gerenciamento do projeto Desenvolvimento Rural Sustentável (Micro Bacias 2) é compartilhado entre a Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, com a assinatura de contratos da próxima chamada (6ª) agendada para a terça (31) em São Paulo.

O projeto também contempla parcerias com a Prefeitura de Jundiaí, usadas para os cuidados com estradas vicinais.

Veja também:

http://www.jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/12/23/jundiai-renovou-historia-milenar-da-uva-no-mundo/

Paulo GrégioCaminhão e envasador móvel: pioneirismo retomado em Jundiaí

Caminhão e envasador móvel: pioneirismo retomado em Jundiaí


Por José Arnaldo de Oliveira

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/24/jundiai-reforca-pioneirismo-agricola-com-r-1-8-milhao/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br