Parque Tecnológico é atração do Empreende Digital

Publicada em 18/05/2016 às 03:53
Paulo GrégioCereser: a cada dia Parque Tecnológico torna-se mais real

Cereser: a cada dia Parque Tecnológico torna-se mais real

O Salão Social da sede de campo do Clube Jundiaiense ficou pequeno, na manhã desta quarta-feira (18), durante a abertura da segunda edição do Empreende Digital, que atraiu aproximadamente 800 inscritos – um batalhão de gente interessada em aprender como fazer uso de mídias sociais e outras tendências tecnológicas para capitalizar e alavancar negócios.

O Empreende é organizado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomércio), e conta com suporte da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. O secretário da pasta, Marcelo Cereser, representou o prefeito Pedro Bigardi, ocasião em que, novamente, detalhou sobre o futuro Parque Tecnológico. As características, as intenções da empreitada e as legislações municipais criadas especificamente para dar base jurídica ao Parque.

“Não adianta nada estarmos aqui, debaixo dessa santa chuva, se não tivermos atitude e um pouco de ousadia”, abriu a fala Cereser. “Precisamos nos munir disso para tomadas de posicionamento, de decisão, seja no aprendizado e principalmente no empreendedorismo. E a ousadia do projeto do Parque Tecnológico foi, talvez, a maior tomada de atitude da secretaria de Desenvolvimento Econômico. O que parecia um sonho, torna-se mais real a cada dia”, declarou, ao frisar na sequência que Jundiaí é a única cidade do Estado credenciada no Sistema Paulista de Inovação, graças à reengenharia promovida na Incubadora de Empresas (CitJun) – uma das bases do Parque, que tem como entidade gestora o mesmo Sincomércio.

Já o presidente da instituição, Edison Maltoni, reforçou “a mobilização conjunta no sentido de dar força ao comércio, ao serviço e à empregabilidade, com foco numa gestão profissional”. Pouco depois do protocolo de abertura, foi exibido um vídeo institucional com o depoimento de alguns dos incubados do CitJun.

Falas entusiasmadas, como a de Ricardo Morikawa, o nome por trás da jovem Magic Paper, iniciativa que traz ao mercado um papel antiaderente para ser usado no ramo alimentício. “Depois que fui selecionado para fazer parte da Incubadora, tive acesso a treinamentos, orientação jurídica, apoio na comunicação e networkig, que é muito valioso”, garantiu.

Palestras – Conhecido nacionalmente pelo programa de tevê Motivação e Sucesso, o professor Marins foi o primeiro palestrante do evento. Com exímia habilidade e velocidade de raciocínio, o professor (que também é antropólogo) capturou a atenção de todos ao abordar algumas diretrizes do futuro da inovação pelo mundo e das tendências mercadológicas para os próximos anos, que coloca o Brasil numa situação das mais favoráveis.

“O Brasil é um mercado emergente, que não tem problemas com países fronteiriços, que não tem problemas de guerras étnicas, que dispõem de água, de terra e de todas as condições para atrair capital externo. Não tenho dúvidas quanto ao futuro do País, mas isso depende também da ação de cada um de nós.”

Estiveram presentes no evento o diretor de fomento à Indústria, Gilson Pichioli, o diretor de fomento à Ciência e Tecnologia, José Dimas Gonçalves, o presidente do Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia, Devanildo Damião, o presidente da Câmara Municipal, Marcelo Gataldo, o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), José Carlos Pires, o diretor-presidente da Cijun, Gilberto Novaes, o vereador Leandro Palmarini, o diretor do Ciesp de Jundiaí, Mauritius Reisky, e a secretária de Gestão de Pessoas, Mary Marinho.

Paulo GrégioAproximadamente 800 inscritos participaram do Empreende Digital

Aproximadamente 800 inscritos participaram do Empreende Digital


Por Thiago Secco

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/18/parque-tecnologico-e-atracao-do-empreende-digital/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br