Prefeitura de Jundiaí garante 9,83% de reajuste ao funcionalismo

Publicada em 13/05/2016 às 03:36

As negociações da campanha salarial de 2016 foram um sucesso. O reajuste salarial será de 9,83% à vista (100% do índice INPC acumulado de maio de 2015 a abril de 2016). O aumento também será repassado integralmente ao cartão alimentação (aproximadamente R$ 500) e ao bônus de novembro, atendendo irrestritamente a legislação. A medida, retroativa a 1º de maio, segue agora para votação na Câmara Municipal.

O valor foi aprovado em assembleia única no Sindicato dos Servidores Públicos de Jundiaí (Sindserjun), que ressaltou o “respeito” reinante entre as partes.

“Uma das principais prioridades do governo é a valorização permanente do funcionalismo. Isso pode ser visto em todo esforço da Prefeitura para chegar no índice deste ano, além de toda mobilização, desde 2013, de implementar um dos maiores programas de valorização da história. São mais de 20 categorias e 7 mil servidores beneficiados desde então. Isso é compromisso e respeito com o servidor”, assegurou o prefeito Pedro Bigardi.

“Apesar da brutal queda de arrecadação que se abateu por todos os municípios brasileiros, Jundiaí continua seu firme propósito de recuperar e manter o poder de compra dos servidores públicos municipais”, defendeu o secretário de Finanças Pedro Galindo.

O índice aprovado coloca Jundiaí em uma situação favorável frente a dezenas de outras importantes cidades do Estado, que vêm passando por apertos quando o aumento do salário dos servidores toma a pauta.

Municípios como Ribeirão Preto, Bauru e Assis, por exemplo, tiveram os serviços públicos prejudicados por greves dos servidores que não aceitaram os valores iniciais oferecidos pelas respectivas prefeituras. Valinhos passou por imbróglio semelhante.

Em Sorocaba, a campanha salarial chegou a 8% de reajuste, mas de modo parcelado. Em São José do Rio Preto estuda-se a possibilidade de um acréscimo de 5%, ainda não ratificado pela Prefeitura. Há também a alternativa de não haver reajuste algum.

Diversas outras cidades propuseram o pagamento do percentual de aumento dividido em parcelas, como Bauru, que vem propondo 7% em duas vezes, com a segunda prestação para o segundo semestre.

Também faz parte da Campanha 2016

· Estudo de viabilidade para a implantação do cartão alimentação

aos alunos da Guarda Municipal;

· Continuidade da negociação para as categorias ainda não

contempladas até o momento, através da Mesa de Negociação Permanente;

· Estudo para desmembramento das tabelas salariais;

· Estudo de avaliação de desempenho 360 º: elaboração de um novo

formato para a avaliação de desempenho;

· Estudo para regulamentação para o fim do desconto do Imposto de

Renda (IR) nas férias-prêmio.


Por Thiago Secco

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/13/prefeitura-de-jundiai-garante-9-83-de-reajuste-ao-funcionalismo/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br