Guarda Municipal promove curso de combate a incêndios florestais na Fazenda Ermida

Publicada em 12/05/2016 às 04:30
Cleber de AlmeidaAula teórica ensina o uso correto de equipamentos para primeiro combate de incêndio

Aula teórica ensina o uso correto de equipamentos para primeiro combate de incêndio

A chegada do período de estiagem e a preocupação com incêndios na Serra do Japi e em áreas aos arredores da principal área verde da região motivaram a organização de mais um curso básico de prevenção e combate a possíveis focos.

A atividade, da Guarda Municipal de Jundiaí por meio da Divisão Florestal, foi realizada na sede da Fazenda Ermida, no Eloy Chaves, nesta quinta-feira (12). A equipe da Defesa Civil também marcou presença.

As aulas teórica e prática contaram com a participação de administradores e brigadistas das fazendas Ermida, Rio das Pedras e Storani, funcionários da concessionária AutoBAn, que administra o complexo rodoviário Anhanguera e Bandeirantes, representantes da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e das secretarias de Serviços Públicos e Planejamento e Meio Ambiente.

A programação foi dividida em três partes. Primeiro, os participantes ouviram a explanação sobre a importância da união de todos na identificação, comunicação e no primeiro combate a incêndios. Vídeo e fotos com guardas ambientais em ações de campo ilustraram a aula teórica.

Noções das proporções e riscos de cada tipo de foco e a maneira combatê-los foram detalhadas minuciosamente durante a palestra-aula.

Em seguida, foi mostrado como deve ser feito o ataque a incêndios, o tipo de equipamento utilizado em cada situação, além de seu uso correto, e os cuidados obrigatórios para a preservação da vida.

Uma rápida oficina mostrou detalhes de como se fabricar rapidamente um abafador apenas com um cabo de madeira, tiras de borracha, pregos e arame.

Prática Na parte prática do curso, todos foram até uma área especialmente preparada e equipados com ferramentas e abafadores apagaram alguns focos controlados montados pela Divisão Florestal da GM.

“Já nos primeiros quatro meses do ano notamos o aumento em casos de focos de incêndio em Jundiaí. Registramos ao menos 12, contra um número bem inferior no mesmo período de 2015. Por isso, organizamos o curso. O envolvimento de todas as frentes é de suma importância a partir de agora”, comentou o comandante da GM, José Roberto Ferraz.

O inspetor Paulo Vicente Soares, comandante da Divisão Florestal e que se recupera de um problema de saúde, foi o idealizador do programa que leva o curso de prevenção e combate a incêndios às fazendas e sítios próximos à Serra do Japi. Ele fez questão de marcar presença no evento desta quinta-feira.

“Mais que a conscientização é muito importante mantermos a chama de trabalho integrado acesa para que esta importante área ambiental não seja degradada”, comentou.

Balões O curso desta quinta-feira foi ministrado pelos subinspetores Marco da Silva e Mauro Rodrigues de Castro Júnior, que lembraram ainda sobre os riscos provocados pelos balões.

“Recentemente interceptamos um balão que caiu sobre uma fábrica de palitos. Por muito pouco não ocorreu uma tragédia. Se um destes artefatos cair em mata fechada, teremos grandes problemas”, ressaltou Castro.

Para combater os balões, a Guarda Municipal dispõe de câmeras de monitoramento na região da Serra, mas conta muito com o apoio de moradores e de quem trabalha nas fazendas aos arredores da reserva.

“Por isso criamos o cadastro para quem vive ou passar boa parte do dia na região. O grupo pode auxiliar na conscientização das pessoas que convivem na região da Serra do Japi e alertar principalmente sobre a irresponsabilidade de se provocar incêndios criminosos. É claro, que este grupo também vai colaborar na identificação e comunicação de incêndios”, destacou José Roberto Ferraz.

Para Sinésio da Silva, administrador da Fazenda Ermida há 23 anos, o curso é essencial. “É muito importante obter noções de novas técnicas de combate a incêndios e obter conhecimento sobre equipamentos que estão no mercado. Todos por aqui sabem dos perigos que um foco pode representar para a Serra do Japi em termos de prejuízo ambiental”, disse.

Cleber de AlmeidaNa prática, participantes enfrentaram o calor para conter as chamas de um foco controlado

Na prática, participantes enfrentaram o calor para conter as chamas de um foco controlado


Por Ivan Lopes

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/12/guarda-municipal-promove-curso-de-combate-a-incendios-florestais-na-fazenda-ermida/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br