Revista digital é instrumento de reflexão e pesquisa sobre patrimônio

Publicada em 05/05/2016 às 12:21
Dorival Pinheiro FilhoO secretário de Cultura destacou a importância da iniciativa

O secretário de Cultura destacou a importância da iniciativa

Lançada nesta quarta-feira (4), no auditório da Unip, a revista digital ‘Cidade, Patrimônio & Memória’ reúne 18 artigos selecionados a partir dos trabalhos apresentados no 3º Simpósio sobre Patrimônio Material e Imaterial’, promovido pela Secretaria de Cultura em agosto de 2015. Considerada um rico material de pesquisa e reflexão sobre o patrimônio cultural de Jundiaí, a revista pode ser acessada no site da Diretoria de Patrimônio Histórico e Cultural (patrimoniohistorico.jundiai.sp.gov.br/).

No lançamento, o secretário municipal de Cultura, Jean Camoleze, destacou a importância da iniciativa. “O lançamento da revista traz um debate fundamental, que reúne academia, poder público e sociedade civil sobre a importância do patrimônio para a cidade, não como um prédio, mas como algo que forma a memória, o cotidiano, a ação do homem no tempo e sua interação com os outros através de suas vivências, diálogos e experiências.”

Condutor do processo que culminou na revista, o diretor de Patrimônio Histórico e Cultural de Jundiaí, Donizetti Aparecido Pinto, disse que se trata de um instrumento de pesquisa e reflexão sobre o patrimônio de Jundiaí. “É uma experiência ousada, inovadora e necessária sobre o patrimônio. A ideia é envolver toda a comunidade para a discussão do tema, pois o patrimônio cultural pertence a todos, que devem estar envolvidos na preservação destes bens materiais e imateriais.”

Para o presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Jundiaí (Compac), Antonio Carlos Cesar Bezerra, a revista representa um avanço. “É uma conquista para a cultura de Jundiaí, desperta o interesse e faz com que os jundiaienses se apropriem do seu patrimônio material e imaterial, a exemplo do Clube 28 de Setembro, bloco Refogado do Sandi e a Romaria Diocesana Masculina, que receberam o registro de bens imateriais recentemente.”

Segundo Donizetti, a revista é a síntese do simpósio, que contou com apresentação de 30 trabalhos. Um conselho editorial formado por professores e pesquisadores sobre patrimônio selecionou 18 trabalhos. A publicação terá periodicidade anual, após a realização do simpósio, em agosto. O diretor do patrimônio também adiantou o lançamento do catálogo com todos os patrimônios tombado em Jundiaí, ainda este semestre.

O lançamento da revista digital ‘Cidade, Patrimônio e Memória’ teve o apoio da Universidade Paulista (Unip), representada pelo professor e coordenador do curso de Arquitetura, Pier Paolo Pizzolato.

Dorival Pinheiro FilhoAlunos da Unip prestigiaram o lançamento da revista digital

Alunos da Unip prestigiaram o lançamento da revista digital


Por Viviane Rodrigues

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/05/revista-digital-e-instrumento-de-reflexao-e-pesquisa-sobre-patrimonio/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br