Aluna da Faculdade de Medicina de Jundiaí recebe prêmio em congresso

Publicada em 05/05/2016 às 11:53

A pós-graduanda Livia Galeote, orientada pelo médico e geriatra José Eduardo Martinelli, da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), recebeu o prêmio de melhor trabalho no 20º Simpósio Internacional de Atualização em Psiquiatria Geriátrica, no Hospital das Clínicas de São Paulo.

O trabalho apontou que o treinamento com jogos virtuais mostrou-se importante na melhora motora dos pacientes com doença de Parkinson nesta pesquisa. Tendo em vista que os exercícios convencionais apresentam limitações em seu desempenho, sugere-se o treinamento com jogos virtuais que envolvam dupla tarefa para contribuir com mais uma opção de tratamento não-medicamentos para melhora de equilíbrio e marcha para pacientes com doença de Parkinson.

Contexto – Em indivíduos com doença de Parkinson (DP), o desequilíbrio e o medo de cair são fatores associados com quedas constantes. O vídeo game pode ser uma ferramenta importante para contribuir como um tratamento não farmacológico para melhorar o equilíbrio, mobilidade  e, como consequência, a qualidade de vida de pacientes com DP.

Os jogos do console Nintendo Wii Fit Plus® proporcionam ao paciente a execução das tarefas repetidamente e com segurança, aprendendo e treinando funções motoras – principalmente o equilíbrio – combinados com as funções cognitivas, como a atenção e memória.

O estudo contou com 13 participantes com doença de Parkinson, acima de 60 anos, de ambos os sexos e que foram atendidos no Ambulatório de Geriatria e Gerontologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí.


Por Assessoria de Imprensa FMJ

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/05/aluna-da-faculdade-de-medicina-de-jundiai-recebe-premio-em-congresso/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br