Emoção marca o filme #somos todos cuidadores

Publicada em 04/05/2016 às 05:28
Paulo GrégioLançamento coloca à disposição da cidade um filme exclusivo

Lançamento coloca à disposição da cidade um filme exclusivo

Com um grande trabalho de interpretação e produção, o filme #somos todos cuidadores foi lançado nesta quarta-feira (4) como uma nova ferramenta de debate sobre o fenômeno do envelhecimento ativo da população, em uma iniciativa da Prefeitura de Jundiaí. O curta-metragem de 15 minutos de duração aborda de forma leve, com artistas locais, o desafio recente dessa questão na cidade e no país.

“Todos nós sabemos que a arte é transformadora e a forma escolhida para tratar o assunto tem esse poder. A cooperação é um pouco do resultado que buscávamos ao criar as coordenadorias. Somente posso agradecer a todos vocês por participarem deste momento. Temos uma experiência com cuidar de crianças mas ainda há o medo e o erro ao cuidarmos dos idosos”, afirmou o prefeito Pedro Bigardi no auditório da Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot, no Complexo Argos.

Produzido em uma parceria com a Secretaria de Cultura e com a TVE, o filme é parte de um trabalho da Coordenadoria do Idoso voltado para o acolhimento dos cuidadores de idosos.

“O roteiro na verdade foi escrito pelas famílias que passaram ao longo de quarenta anos pela sala 203 do NIS (Núcleo Integrado de Saúde). Foi onde vimos que era preciso trabalhar pelo acolhimento aos cuidadores, que ainda não tinham um modelo para cuidar de crianças e muitas vezes nem mesmo apoio”, afirmou a médica Maria Elisabete Thomasini, da Secretaria de Saúde e autora do texto inicial, depois roteirizado por Ulisses Vertuan para esquetes teatrais e adaptado com direção de Márcio Freitas para a produção em filme.

O resultado foi visto por diversos secretários de governo como Jean Camoleze (Cultura), José Renato Polli (Educação) e Valéria Silveira de Oliveira (Agricultura, Abastecimento e Turismo), além do diretor da Escola Superior de Educação Física (Esef), Pedro Rocha Lemos, do superintendente da TVE, Thiago Godinho, e do subinspetor Denis, da Guarda Municipal. Também estiveram presentes o assessor especial Vanderlei Victorino e os coordenadores Valéria Fonseca (Igualdade Racial), Marilza Campos (Mulher) e Vítor Machado (Emprego e Trabalho).

O diretor, ator e pedagogo Carlos Paschoalin, com passagem por grupos de Gianfrancesco Guarnieri, Satyros e Performático Éos, lembrou que o resultado mostra que a arte não é apenas entretenimento mas também serviço, “especialmente em temas difíceis de serem abordados” e destacou o apoio do setor de cultura ao projeto.

Enquanto Luiz Dias Costa ressaltou que o tema inspira a discussão de um projeto na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí, o resultado também foi destacado pelo integrante do Centro de Estudos e Lazer da Melhor Idade (Celmi), Eusébio dos Santos, em votos de que “alcancemos uma situação de envelhecimento coletivamente melhor que hoje”. Para Cláudia Sartori, titular da Coordenadoria do Idoso, o lançamento confirmou a importância crescente do assunto na cidade. “Não é mais um assunto pessoal, mas de toda a sociedade, de todas as famílias”, afirmou. Além de estar disponível na internet, o filme vai entrar na grade da TVE e vai ser distribuído no formato DVD para grande número de departamentos da administração pública municipal e entidades civis. https://www.youtube.com/watch?v=MYn7qw6aEso

Ficha Técnica

Roteiro original: Maria Elisabete Thomasini

Adaptação: Ulisses Vertuan

Direção: Marcos Freitas

Elenco: Joelma Marcolino, Marici Nicioli, Jimmy Roselli, Mariana Benatti, Ulisses Vertuan e Ricardo Santos Duran. Com participação pontual de alunos do curso de teatro do Centro de Convivência do Idoso (Criju).

Direção de imagens: George Toth

Operadores de câmera: Carlos Souza, Juliano Justino, Paulo Pires e Rudineis Oliveira

Operador de áudio: Vítor Ramos

Iluminação: Mário Rissoli

Assistente de direção: Caroline Godoy

Edição, sonoplastia e finalização: Aislan Ferretti

Paulo GrégioBigardi: desafio de entender mudanças é de toda a sociedade

Bigardi: desafio de entender mudanças é de toda a sociedade


Por José Arnaldo de Oliveira

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/05/04/emocao-marca-o-filme-somos-todos-cuidadores/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br