Campanha de vacinação contra gripe começa no sábado (30)

Publicada em 28/04/2016 às 11:43
Arquivo – PMJRede pública vai vacinar grupos prioritários

Rede pública vai vacinar grupos prioritários

A Campanha de Vacinação contra a Gripe começa no sábado (30), em toda a rede básica de saúde da cidade. Neste dia, as unidades básicas nos bairros estarão abertas das 8h às 17h exclusivamente para a vacinação. A campanha prossegue até o dia 20 de maio, sempre de segunda a sexta-feira, no horário de funcionamento de cada unidade de saúde.

Na primeira etapa da campanha, a vacinação na rede pública é dirigida para as pessoas que se enquadram nos grupos prioritários, consideradas com maior risco de complicações da doença: idosos (a partir de 60 anos), crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, gestantes e puérperas (mulheres dentro do período de até 45 dias após o parto) e profissionais de saúde que trabalham nos hospitais e unidades de pronto-atendimento públicos e privados e nas unidades básicas de saúde. Esses profissionais serão vacinados em seus locais de trabalho.

De acordo com estimativa da Secretaria Municipal de Saúde, em Jundiaí esses grupos prioritários somam cerca de 85 mil pessoas.

A partir do dia 9 de maio, começa uma segunda etapa da campanha, voltada para pessoas com comorbidades (portadores de doenças crônicas como hipertensão, diabetes, cardiopatia e outras) e outros profissionais de saúde (mediante apresentação de crachá, carteira de registro ou holerite). “Essa estratificação segue orientação da Secretaria Estadual de Saúde, que não enviou todas as doses necessárias para este sábado”, explica o secretário de Saúde, Luís Carlos Casarin.

Casarin também chama a atenção para a importância da vacinação. “O objetivo da vacina é prevenir as complicações que podem ocorrer numa infecção por influenza, como a pneumonia. Essas complicações costumam ocorrer com mais frequência nas pessoas desses grupos prioritários, por isso a preocupação em vacinar essa parcela da população”, diz.

H1N1 – Este ano, a incidência do vírus H1N1 em todo o País tem preocupado as autoridades sanitárias. Por isso, além da vacina, a Secretaria de Saúde alerta a população a ficar atenta aos sintomas da Influenza causada pelo vírus H1N1, que são febre alta (maior que 39 graus), dores de cabeça e musculares intensas, cansaço extremo, tosse contínua e seca, ardência nos olhos, além de calafrios frequentes.

Na presença desses sintomas é importante procurar imediatamente um serviço de saúde e não tomar medicamentos sem orientação médica, pois a automedicação pode ser prejudicial ao quadro clínico.

O vírus é transmitido de pessoa a pessoa, principalmente por meio da tosse ou do espirro e do contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas. No entanto, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a principal forma de transmissão não é pelo ar, mas sim pelo contato com superfícies contaminadas. Por isso, é preciso redobrar a atenção com algumas ações no dia a dia.

Entre as principais medidas, destacam-se:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, principalmente depois de tossir ou espirrar (nesses casos cobrir a boca com lenço descartável);

– Evitar tocar o rosto, principalmente os olhos, nariz ou boca, especialmente após contato com superfícies;

– Manter os ambientes ventilados, evitando aglomeração de pessoas;

– Evitar compartilhar objetos de uso pessoal como copos, talheres e toalhas;

– Ingerir alimentos ricos em vitamina C (ou na forma de pastilhas);

– Ingerir bebidas quentes como chá, café ou infusões. Bebidas quentes depositam o vírus no estômago, onde ele não sobrevive em função do PH local;

– Fazer gargarejos com água morna e sal. Essa é uma medida simples e muito eficaz, visto que o vírus não resiste à água morna contendo sais. A mistura também pode ser utilizada na higienização das narinas.


Por Niza Souza

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/04/28/campanha-de-vacinacao-contra-gripe-comeca-no-sabado-30/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br