Sinal verde para que aeroporto de Jundiaí decole

Publicada em 20/04/2016 às 02:57
Paulo GrégioCerimônia reuiniu Alckmin e Bigardi

Cerimônia reuiniu Alckmin e Bigardi

“É mais um avanço expressivo conquistado por Jundiaí”, afirmou o prefeito Pedro Bigardi durante a cerimônia que deu sinal verde para que o aeroporto jundiaiense Comandante Rolim Amaro receba R$ 20 milhões em investimentos nos próximos quatro anos. A notícia foi ratificada na manhã desta quarta-feira (20), em cerimônia que reuniu Bigardi e o governador Geraldo Alckmin no aeroporto dos Amarais, em Campinas.

Na ocasião, Alckmin assinou autorização para que a Agência de Transporte do Estado (Artesp) publique o edital de concessão de cinco aeroportos estaduais para a gestão da iniciativa privada por um prazo de 30 anos. A agenda antecedeu a vinda do governador a Jundiaí, quando, ao lado do prefeito, foram anunciadas oficialmente as obras das alças de acesso da rodovia Anhanguera, após anos de articulação da Prefeitura de Jundiaí com o Palácio dos Bandeirantes.

Atualmente, os cinco aeroportos (Amarais, Bragança Paulista, Jundiaí, Itanhaém e Ubatuba) são gerenciados pelo Departamento Aeroviário do Estado (Daesp). No total, são previstos mais de R$ 90 milhões em investimentos para todos os aeródromos, dos quais R$ 32,4 milhões concentrados nos primeiros quatro anos de concessão. Todos os locais apresentam vocação na aviação executiva e táxi-aéreo. Em 2015, por exemplo, o Comandante Rolim, em Jundiaí, recebeu mais de 11,6 mil passageiros, 81,2 mil aeronaves e mais de 20 mil procedimentos de pouso e decolagem.

“O edital está previsto para ser publicado em 26 de abril e significa, em médio prazo, melhorias nos sistemas de pistas, pátios e sinalização, como reformas nos terminais de passageiros e ampliações na infraestrutura em geral”, elencou Bigardi.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Marcelo Cereser, a escolha do aeroporto de Jundiaí para integrar o quadro de concessões “mostra, mais uma vez, a importância, credibilidade e preferência da cidade frente a algumas ações estratégicas do Governo”.

“A Prefeitura apoia totalmente a iniciativa, porque, assim como ocorrido em outras áreas e modais, haverá investimentos na ampliação, melhorias no serviço e expansão do aeroporto. Isso gera novas vagas de emprego, além de incentivar e desenvolver o fluxo logístico da cidade”, observou o diretor de fomento à indústria, Gilson Pichioli.

Os consórcios interessados em participar da licitação poderão utilizar uma linha de crédito específica da Agência de Fomento do estado de São Paulo (Desenvolve SP). As condições de elegibilidade e de financiamento estarão detalhadas e disponíveis no site www.desenvolvesp.com.br quando da publicação do edital no Diário Oficial do Estado. Os envelopes com as propostas dos participantes deverão ser entregues até 25 de julho. A Artesp conduzirá o processo licitatório, que abrange empresas brasileiras ou estrangeiras.

Paulo GrégioConcessão de 30 anos deverá trazer ampliação e infraestrutura ao aeroporto

Concessão de 30 anos deverá trazer ampliação e infraestrutura ao aeroporto


Por Thiago Secco

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/04/20/sinal-verde-para-que-aeroporto-de-jundiai-decole/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br