Bigardi comemora liberação das obras das alças da Anhanguera

Publicada em 09/04/2016 às 05:38
Dorival Pinheiro FilhoPedro Bigardi acompanhou a elaboração do projeto desde que era apenas um estudo

Pedro Bigardi acompanhou a elaboração do projeto desde que era apenas um estudo

O prefeito Pedro Bigardi mantém contatos quase que diários com o governo do Estado sobre a importância das alças de acesso sob a Rodovia Anhanguera e recebeu a certeza que o decreto que autoriza o início das obras será publicado até sexta-feira (15). A partir daí, o trabalho começa imediatamente. A estimativa é que o complexo vá beneficiar ao menos 420 mil pessoas de forma direta e indiretamente.

“Por todo trabalho desde 2013, é com muita satisfação que espero o início das obras. Quando a gente assumiu, não havia sequer um projeto, apenas um estudo da AutoBAn. Todo o projeto foi executado em conjunto com a Prefeitura. Considero um marco histórico para Jundiaí e região, uma conquista do nosso governo e de nossa cidade”, ressalta o prefeito Pedro Bigardi.

A previsão de conclusão é de dois anos, com custo total em torno de R$ 199 milhões, pagos com recursos dos pedágios. O prefeito Pedro Bigardi diz que a Prefeitura fez sua parte para que a obra, enfim, tenha inicio.

“Fizemos todas as desapropriações necessárias e previstas no projeto. As áreas chegam a 100 mil m2”, comenta Bigardi. O prefeito também destaca que as obras de pavimentação e drenagem na região do Córrego das Valquírias, uma contrapartida que contempla um trecho de 600 metros entre a Rua do Retiro e a Avenida Luiz Gonzaga Martins Guimarães, alargamento da Nove de

Julho e melhorias na Rua Messina, vão colaborar para a melhoria do tráfego.O chamado Complexo Jundiaí, que envolve Estado, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), a concessionária CCR/AutoBAn e a Prefeitura de Jundiaí, que já concluiu suas atribuições, vai organizar o fluxo de veículos nesta região e, assim, aumentar o conforto dos usuários de longa e curta distância.

A construção prevê dois viadutos sobre a Anhanguera, adaptações nas vias marginais, com a implantação de alças de acesso e um novo viaduto, com 48 metros de extensão, na marginal norte (sentido Capital-Interior), na altura do trevo do km 58. Já a segunda obra é construção de um novo viaduto, de 313 metros, sobre a Via Anhanguera, na altura do km 60 da rodovia.

Esta transposição, que vai ligar as avenidas Osmundo dos Santos Pelegrini e Jaciro Martinasso, resultará em uma nova interligação entre os bairros Medeiros, Eloy Chaves e Fazenda Grande ao Centro de Jundiaí.

Estão previstas ainda adaptação das pistas marginais da rodovia em ambos os sentidos. A alça não dará acesso à rodovia. Esta nova conexão leste-oeste deve retirar fluxo considerável de veículos no trevo do km 58 da Anhanguera.


Por Ivan Lopes

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/04/09/bigardi-comemora-liberacao-das-obras-das-alcas-da-anhanguera/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br