Guardas municipais fazem curso para usar motoserras

Publicada em 08/04/2016 às 04:56
Fotógrafos PMJMãos à obra:  Guardas da Divisão Florestal participam de treinamento de capacitação

Mãos à obra: Guardas da Divisão Florestal participam de treinamento de capacitação

Guardas municipais da Divisão Florestal de Jundiaí participaram do treinamento de “Operador de motosserras”. A atividade teve duração de 8 horas entre aulas teóricas e práticas.

Na grade teórica, ilustrada por vídeos, foram mostrados os perigos de se operar um aparelho sem ter a segurança necessária, como a utilização inadequada do equipamento.

Depois, os guardas florestais foram até o Posto de Atendimento 11, no bairro Eloy Chaves, onde participaram de aula prática, com manuseio, manutenção e utilização de motosserra no corte de madeiras.

De acordo com o subinspetor Mauro Castro, o curso teve o objetivo de capacitar os guardas municipais no emprego do equipamento, oferecendo, assim, condições para que eles a utilizem com eficácia e total segurança.

“Foi uma ótima oportunidade para qualificação dos profissionais que atuam na sua rotina em áreas da Serra do Japi”, explica Castro.

Segundo o comandante da Guarda Municipal, José Roberto Ferraz, a Divisão Florestal da GM atua especialmente nos 92 quilômetros quadrados de extensão da Serra do Japi ou 47,65% da Serra pertencente a Jundiaí. Dessa forma, é comum os guardas deparem durante patrulhamento ambiental com árvores caídas nas estradas que cortam a Serra.

Diante do obstáculo, existe a necessidade da remoção emergencial para continuidade dos trabalhos de fiscalização de fauna e flora. “A utilização de motosserra se faz necessária durante as rondas em toda a extensão do Território de Gestão da Serra do Japi”, explica Ferraz.

A legislação ambiental exige que o comerciante de motosserra seja cadastrado e licenciado junto ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e que a utilização do equipamento seja feita por pessoa habilitada por meio de curso próprio, ministrado por entidade credenciada ao órgão ambiental federal.

Caso isso não ocorra, a ação pode ser classificada como crime ambiental do art. 51 da Lei 9.605/98, com pena de três meses a um ano de detenção e multa.

A Divisão Florestal da Guarda Municipal de Jundiaí é formada por 34 guardas especialmente treinados e habilitados com cursos de legislação e prática ambiental, contando com veículos especiais para atuar em terreno irregular, além de helicóptero locado para sobrevoos mensais sobre a região da Serra do Japi.

Atualmente a fiscalização é feita também por uma câmera instalada no Mirante, estando em processo de instalação mais uma câmera na região do PA-1, as quais propiciarão a fiscalização monitorada dos quase 354 quilômetros quadrados da Serra do japi, principalmente na questão dos incêndios florestais.

Fotógrafos PMJEquipe tem como uma das principais tarefas monitorar a proteger a Serra do Japi

Equipe tem como uma das principais tarefas monitorar a proteger a Serra do Japi


Por Luciano Guerino

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/04/08/guardas-municipais-fazem-curso-para-usar-motoserras/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br