Ecoponto no Morada recebe 40 toneladas de resíduos por mês

Publicada em 24/02/2016 às 02:15
Cleber de AlmeidaEcoponto, de acordo com o secretário, reduziu descarte irregular no bairro

Ecoponto, de acordo com o secretário, reduziu descarte irregular no bairro

Em operação desde dezembro de 2015, o Ecoponto do Parque Ecológico Morada das Vinhas José Roberto Mota ‘Barroca’ já é sucesso no bairro. Mensalmente, são depositadas nas caçambas à disposição da população quase 40 toneladas de resíduos. Tudo é levado para o Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol).

No local, é possível descartar até um metro cúbico (equivalente a uma caixa d’água de 1 mil litros) de entulho, pneus, madeiras, galhos, eletroeletrônicos, pilhas, baterias, lâmpadas, óleo de cozinha e material reciclável. Não é permitido o descarte de animais mortos, medicamentos, lixo hospitalar e material orgânico. “Percebemos que a população do bairro e de toda a região tem se adaptado ao uso do Ecoponto. Realizamos no último mês uma campanha, com carro de som e distribuição de panfletos, para reforçar a existência do serviço. Isso fez com que o descarte irregular diminuísse e o local fosse mais usado”, esclareceu o secretário de Serviços Públicos, Aguinaldo Leite.

De acordo com ele, a expectativa é de reduzir ainda mais descarte de entulho e outros materiais em pontos viciados do bairro. “A população tem à disposição, gratuitamente, um serviço importante e ambientalmente correto. Descartar em área irregular é crime ambinetal.” Só de entulho, por mês, são descartadas quase 30 toneladas.

Entre eletroeletrônicos e pilhas, mensalmente é recolhido um contêiner com capacidade para mil litros. Além disso, a cada 30 dias são coletadas no ecoponto sete toneladas de trecos, entre madeiras, móveis velhos e outros. A ideia da administração, de acordo com o secretário, é contar com novos ecopontos no município. Até o final do primeiro semestre, a cidade ganhará novos ecopontos. Entre as áreas em estudo estão Jardim Tulipas, Santa Gertrudes e São Camilo. Além disso, o ecoponto do Jardim do Lago, já em funcionamento, será reformulado.

E a ideia é bem aceita. “Acabo de fazer uma pequena reforma e a contratação de uma caçamba seria inviável. O Ecoponto é uma ideia muito bacana, que deve ser levada a outros bairros da cidade”, disse o morador da Vila Nambi Noel Cavalcanti de Souza, que foi de moto até o Morada levar uma pequena quantia de entulho.

O parque – O parque onde está instalado o Ecoponto do Morada das Vinhas tem diversas atrações. A pista de caminhada tem 800 metros e foi feita com material reciclado no Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol). A calçada da área externa também.

É possível levar animais de estimação para passear dentro do local, pelo programa Vamos Juntos ao Parque.

O local conta também com academia ao ar livre; equipamento adaptado para pessoas com deficiência; playground com brinquedo adaptado para criança com deficiência; casa de escoteiro para um grupo que se instalará no local; horta com plantas medicinais; campo de malha; espaço para leitura; deck panorâmico; ponte de madeira suspensa; exposição permanente de grafite.

Serviço – O Parque Ecológico Morada das Vinhas José Roberto Mota ‘Barroca’ fica na Avenida Uva Niagara, sem nº, e funciona de de segunda a domingo, das 6h às 18h. O ecoponto está localizado bem ao lado do portão principal.

Cleber de AlmeidaEspaço está à disposição da população

Espaço está à disposição da população


Por Luana Dias

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/02/24/ecoponto-no-morada-recebe-40-toneladas-de-residuos-por-mes/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br