Idosos do São Camilo prestigiam exposição no Solar do Barão

Publicada em 18/02/2016 às 05:24
Paulo GrégioA grande atração foram as lowbikes customizadas

A grande atração foram as lowbikes customizadas

Uma parceria entre as secretarias de Cultura, Saúde e Assistência e Desenvolvimento Social (Semads) possibilitou a visita de idosos do São Camilo ao Museu Histórico e Cultural de Jundiaí Solar do Barão. Eles prestigiaram a exposição “O Sanca é Nóis – O Rolê de Lowbike da Quebrada para o Centro”, produzida pelo grupo do bairro, The Kings. O encontro foi nesta quinta-feira (18).

Os visitantes participam dos grupos de Estratégia da Saúde da Família da Unidade Básica de Saúde e do Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do bairro.

“Essas ações têm como objetivo fazer com que eles ocupem os espaços públicos. Muitos aqui nunca entraram no museu, e isso resgata o sentimento de que fazem parte da cidade, além de garantir a qualidade de vida. É uma mescla entre saúde, cultura e socialização que vem dando muito certo”, explicou a agente de saúde Sue Ellen Cristina de Souza.

“Essa é uma forma de agradecer e prestar contas a todos vocês. A exposição traz um pouco do bairro que vocês ajudaram a construir com muito esforço em forma de arte, produzida pelos jovens da sua comunidade. Essa mistura de cultura, trabalho e lazer promove o fortalecimento das relações e engrandece o trabalho e a dedicação de muitos”, disse o psicólogo e coordenador do Cras, Luis Guilherme Camargo.

Cerca de 40 idosos participaram da atividade e puderam também conhecer a história do museu e das peças de seu acervo fixo, trocando experiências e relembrando fatos marcantes da cidade que vivenciaram.

A exposição – A grande atração do dia foram as bicicletas customizadas da The Kings. Inspiradas em modelos dos lowrides, carros com a suspensão modificada famosos nas décadas de 50 a 70, as lowbikes chamaram atenção por seus detalhes feitos de forma artesanal pelo grupo.

“Costumamos dizer que nossas peças vão do lixo ao luxo. A maioria das bicicletas foi jogada e nós recuperamos e transformamos”, disse Jensen Silva, um dos idealizadores da exposição assessorada pela Diretoria de Ação Comunitária.

Helena Santana de Souza, moradora do São Camilo há 33 anos, ficou maravilhada com o que viu. “Fico muito feliz de o nosso bairro estar tão bem representado e ainda por cima no museu. Isso fará com que muitas pessoas nos enxerguem de maneira diferente e consigam perceber as relíquias e riquezas que temos. É maravilhoso estar aqui e comemorar junto com essa juventude”, concluiu.

O fator social também impressionou o diretor de Ação Comunitária, Kleberson Alexandro Pinto. “Se pensarmos que este local, há algum tempo, não era frequentado por grupos de periferia e hoje é palco de uma exposição da cultura urbana de comunidade, constatamos que essa nova postura do Governo, que se preocupa com políticas públicas para descentralizar a cultura, está dando muito certo. Caminhamos para uma revolução artística graças a oportunidades como essa, dadas pelo secretário de Cultura Tércio Marinho e o prefeito Pedro Bigardi”, disse. A exposição também apresentou grafites e um mural de fotos das atividades no bairro, momento em que muitos idosos se reconheceram nas imagens.

Participaram também os agentes de saúde Adriana Nascimento e Daniele Camargo, a técnica de enfermagem Jacqueline Barbosa, o estagiário de medicina Juan Carlos Ortiz, a enfermeira Williana Fernandes e a médica Maria Regina Secches.

Paulo GrégioCerca de 40 idosos participaram da atividade

Cerca de 40 idosos participaram da atividade


Por Assessoria de Imprensa

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/02/18/idosos-do-sao-camilo-prestigiam-exposicao-no-solar-do-barao/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br