Jundiaí é referência na região no combate ao Aedes aegypti

Publicada em 04/02/2016 às 06:24
Fotógrafos PMJEncontro reuniu representantes das cidades da AUJ e do Estado

Encontro reuniu representantes das cidades da AUJ e do Estado

Representantes dos Centros de Vigilância e de Zoonoses das cidades da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ) participaram, nesta quinta-feira (4), de uma reunião com a articuladora regional da Atenção Básica na Diretoria Regional de Saúde de Campinas (DRS-7), Lígia Bestetti, e com o supervisor-geral da regional da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), Odair Ferreira Leite.

O objetivo do encontro foi apresentar e discutir as ações que os municípios e o Estado estão desenvolvendo no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. “A ideia é integrar os grupos técnicos da Atenção Básica, Zoonoses e Vigilância Epidemiológica”, frisou Lígia.

A representante da DRS-7 demonstrou preocupação com a situação do Aedes aegypti em todo o País. “Estamos numa situação caótica. E todos temos o mesmo objetivo, que é controlar as doenças causadas pelo mosquito. Por isso, temos de juntar nossas forças, agregar melhor as informações, ver o que está dando certo e o que pode ser feito nos outros municípios”, destacou Lígia.

O gerente do Centro de Vigilância e Controle de Zoonoses de Jundiaí, Carlos Ozahata, explicou que o grupo com representantes das cidades da Aglomeração foi formado há algum tempo com foco no combate e controle do mosquito da dengue e as reuniões periódicas têm sido eficientes. “Estamos conseguindo nos falar, articular ações e trocar informações, e isso é muito importante”, disse.

Uma das propostas da reunião é que cada município siga o exemplo de Jundiaí e forme um comitê municipal de controle do Aedes aegypti, além de desenvolver ações padronizadas junto à atenção básica, como também já está sendo feito em Jundiaí.

“Também queremos padronizar as datas de eventos relacionados ao Aedes em toda a região e trabalhar no mesmo formato. Isso também vai ajudar a fortalecer nossa região”, complementou Carlos Ozahata.

A próxima reunião do grupo será no dia 22 de fevereiro, em Campo Limpo Paulista.

Além de Jundiaí, participaram da reunião representantes de Cabreúva, Louveira, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Jarinu e Itupeva, além do representante da AUJ, Carlos Libman, de Cabreúva.


Por Niza Souza

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2016/02/04/jundiai-e-referencia-na-regiao-no-combate-ao-aedes-aegypti/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br