Oficial de Controle de Dopagem da ABCD visita secretário de Esportes

Publicada em 25/09/2015 às 05:00
Fotógrafos PMJKit oficial utilizado pelo departamento antidopagem.

Kit oficial utilizado pelo departamento antidopagem.

Jundiaí está com o espírito esportivo em alta, prova disso são as diversas conquistas e o engajamento da população pelo esporte na cidade e no mundo. Uma dessas pessoas que abraçou a causa é o PHD em Farmacologia Clínica, Luiz Eduardo Cavedal, também Oficial de Controle de Dopagem credenciado pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). Ele visitou o secretário de Esporte e Lazer, Cristiano Lopes, na quinta-feira (24), e mostrou o processo das averiguações antidopagem que serão utilizados nos Jogos Olímpicos Rio 2016, em que vai atuar.

“Fico muito feliz em ver que há jundiaienses na luta pela ética esportiva. É uma honra receber o Luiz Eduardo aqui na Prefeitura e aprender um pouco do trabalho dele, que é tão importante para o esporte mundial se manter justo. Além da influência para as categorias de base, com a qual trabalhamos, que poderão ser os atletas de alto rendimento do futuro. Desde a iniciação eles aprendem a necessidade da competição limpa”, disse Cristiano.

Cavedal já participou de quatro Pan-Americanos e vai participar agora do seu quarto Jogos Olímpicos. Já foram mais de 400 controles de doping realizados fora de competição em atletas olímpicos e de alta performance. Na ocasião, explicou como é feito o controle de dopagem desde seleção e notificação dos atletas até a coleta de amostras.

“Depois do atleta informar ao oficial os dados pessoais, ele escolhe um copo para coleta de amostras entre os que forem oferecidos. Ele deve conferir para ter certeza de que a embalagem está lacrada e intacta. No momento da coleta, o oficial ou escolta também acompanha o atleta. Isso porque ele precisa ter uma visão direta do fornecimento de urina. Depois, ele deve permanecer com o controle de sua amostra, ou seja, deve tomar conta do seu copo coletor para ninguém mais tocá-lo até o kit ser lacrado e enviado ao laboratório”, explicou Cavedal ilustrando com o kit oficial utilizado pelo departamento antidopagem.

O farmacêutico ainda falou sobre os avanços da tecnologia que ajudam no controle da ABCD, como o passaporte biológico, em que o atleta cede amostras de sangue regulares à Agência Mundial Antidopagem e o cadastro de localização pelo Adams, um sistema baseado na internet que permite fazer o gerenciamento e a administração do Controle de Dopagem.

Revezamento – Jundiaí está entre os 300 municípios escolhidos para receber o revezamento da Tocha Olímpica das Olimpíadas do Rio 2016. A chama é um dos símbolos mais marcantes dos Jogos e representa a paz, união e amizade. No Brasil remete também ao calor do povo brasileiro pelos quatro cantos do País.

“É um orgulho para a nossa cidade ser uma das escolhidas. Cada vez mais Jundiaí se fortalece como um polo de desenvolvimento nacional do esporte”, destacou o prefeito Pedro Bigardi.

O objetivo do revezamento da Tocha é propiciar o envolvimento do maior número de pessoas com os Jogos Olímpicos, aumentar o interesse da população pelo esporte e deixar um legado de inspiração para as gerações futuras, levando em conta que desta vez a chama será levada pelas mãos de gente comum.

Os patrocinadores dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Coca-Cola, Nissan e Bradesco, em parceria com o Comitê de Revezamento Rio 2016, selecionarão pessoas com histórias inspiradoras para participar do revezamento em suas cidades. Basta se cadastrar nos sites das empresas, contar sua história e aguardar o resultado da seleção. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de outubro.

Fotógrafos PMJLuiz Eduardo Cavedal e Cristiano Lopes

Luiz Eduardo Cavedal e Cristiano Lopes


Por Assessoria de Imprensa

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2015/09/25/oficial-de-controle-de-dopagem-da-abcd-visita-secretario-de-esportes/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br