Jundiaí desenvolve trabalho de cooperação entre América do Sul e Alemanha

Publicada em 28/11/2014 às 05:52
Fotógrafos PMJCooperação técnica entre municípios foi firmada

Cooperação técnica entre municípios foi firmada

No último dia do “Primeiro Diálogo conjuntivo Cidades da América Latina”, evento que acontece em Cuenca, Equador, o secretário de Serviços Públicos, Aguinaldo Leite apresentou um projeto de cooperação técnica entre as cidades e o governo alemão.

Com o título de “Valorização de resíduos sólidos: proteção climática e desenvolvimento sócio econômico”, o projeto será desenvolvido e enviado para a Connective Cities-Equipe Giz, que organizou o evento no Equador, para aprovação até 15 de dezembro.

Os objetivos do projeto são o de promover a valorização dos resíduos sólidos, realizar práticas para proteção climática e de recursos naturais, desenvolvimento social, transferir know how e capacitação de equipe.

O trabalho foi desenvolvido em conjunto com Jorge Assunção, secretário de Desenvolvimento Econômico, de Petrolina (PE); Martin Silva Chacón, da empresa EmacEP-Jefe Planificação e Gestão de Cuenca, Equador; e Christiane Pereira, doutora da Universidade Técnica de Braunschweing e Instituto Creed do Brasil.

A ideia é diagnosticar a gestão atual de resíduos sólidos de cada município, promover o nivelamento tecnológico por meio de cursos teóricos e práticos, desenvolver um manual tecnológico com foco modular, prognosticar a redução dos gases de efeito estufa seguindo rotas tecnológicas e transferir modelos legais.

“O evento foi muito interessante e apresentamos o projeto I-Nopa desenvolvido em Jundiaí que é bilateral, Brasil e Alemanha. No último dia, desenvolvemos mais um projeto, este agora multilateral, com a América do Sul, onde teremos como parceiro a cidades de Cuenca (Equador) e Petrolina (PE), além da Alemanha. Com mais este projeto, a cidade atuará como multiplicador junto com Equador e Alemanha”, disse Aguinaldo Leite.

Em 2015 é previsto ser realizado o estudo de diagnóstico sobre o tema, formação de conhecimento, criação de book tecnológico e relatório de gases de efeito estufa. “O que mais me impressionou no evento, apesar de temas tão diferenciados, é que identificamos bastante sinergia entre as soluções que estão diretamente relacionadas com a proteção ao meio ambiente e o desenvolvimento social seja tratando de águas, de emissões atmosféricas ou mesmo de resíduos sólidos”, explica Christiane Pereira

Martin Silva Chacón elogiou a proposta. “Trata de interesses comuns entre as cidades da América do Sul e é importante trocarmos experiências e estudar o assunto”, explicou o equatoriano.

Evento – Desde terça-feira, Aguinaldo Leite participa  do “Primeiro Diálogo conjuntivo Cidades da América Latina”, em Cuenca, no Equador. A experiência e o trabalho desenvolvidos em Jundiaí relacionado aos estudos em soluções tecnológicas para tratamento dos resíduos sólidos foi apresentado pelo secretário.

“O projeto I-Nopa passou por uma análise de vários atores e vimos que estamos no caminho certo. Os participantes elogiaram bastante”, concluiu Aguinaldo Leite.

O encontro equatoriano propôs um intercâmbio de Boas Práticas de Gestão entre os vários municípios, ações que possam ser replicadas visando o desenvolvimento urbano sustentável.

Fotógrafos PMJAguinaldo Leite mostrou a exeperiência de Jundiaí

Aguinaldo Leite mostrou a exeperiência de Jundiaí


Por Fabio Frattini Manzini

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2014/11/28/jundiai-desenvolve-trabalho-de-cooperacao-entre-america-do-sul-e-alemanha/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br