Inclusão Social é tema de espetáculo em cartaz nesta quarta-feira (21)

Publicada em 20/08/2013 às 02:18
DivulgaçãoA proposta da peça é despertar os jovens para os valores da inclusão social

A proposta da peça é despertar os jovens para os valores da inclusão social

Banners, grafites e ferramentas que retratam a linguagem urbana fazem parte do cenário montado nesta terça-feira (20), no Teatro Polytheama. Através destes elementos, o espetáculo “Cidadão de Papel”, que será apresentado nesta quarta-feira (21), busca a conscientização do jovem.

Um dos grandes desafios da peça, segundo o diretor Régis Santos, é prender a plateia, constituída principalmente por jovens. “Muitos estão vindo pela primeira vez ao teatro, não estão habituados com a situação. A peça busca despertar esse interesse pelo teatro na nova geração.”

O projeto, que existe desde 1999, busca mostrar a realidade das ruas. “Buscamos a reflexão do cotidiano, de modo mais apurado e humanizado, das dificuldades encontradas pelos moradores de rua, pelos usuários de drogas, pelas prostitutas. São assuntos recorrentes nos jornais, mas sempre distantes da população, a peça aproxima esta realidade para perto do espectador”, explica o diretor.

Segundo ele, o cenário é uma produção da Cia. Usina Paulistana de Artes, que realizou uma pesquisa pelos principais pontos de São Paulo, entre arranha-céus, favelas e pontilhões. “Tudo foi registrado e baseado nestas imagens foram elaborados os grafites que fazem parte do cenário.”

Cidadão de papel – Voltada ao público infanto-juvenil, a peça pretende despertar na consciência dos jovens os valores de inclusão social, buscando o fim da desigualdade, da violência e dos problemas urbanos. “Cidadão de Papel” reflete o sentimento de todos os moradores de rua. Todos possuem seus direitos garantidos na Constituição, porém, no dia a dia, esses direitos são violados, ou seja, são cidadãos apenas no papel.

A peça terá três apresentações. Às 9hs e às 14h30 acontecem as sessões gratuitas para grupos escolares, e às 19h30, é aberta ao público em geral. A montagem é baseada na obra homônima do jornalista Gilberto Dimenstein. O livro, escrito há 20 anos, nunca foi tão atual, refletindo as manifestações que estão ocorrendo por todo o Brasil.

Focado na desigualdade social, a história conta a vida de dois meninos de 17 anos, um deles está em busca de um emprego, o outro é morador de rua e usuário de crack. Juntos, eles vão conhecer a dura realidade das ruas, tudo acompanhado de muito hip hop, grafite e quadrinhos.

Os ingressos custam R$ 10 inteira e R$ 5 meia entrada. O Teatro Polytheama fica na rua Barão de Jundiaí, 176, Centro. Mais informações pelo telefone (11) 4586-2472.

Cenário é uma produção da Cia. Usina Paulistana de Artes

Cenário é uma produção da Cia. Usina Paulistana de Artes


Por Assessoria de Imprensa

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2013/08/20/inclusao-social-e-tema-de-espetaculo-em-cartaz-nesta-quarta-feira-21/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br