DAESP promove simulado de acidente aéreo com apoio da serviços da Prefeitura

Publicada em 18/05/2011 às 03:03
José Aparecido dos SantosSimulado aconteceu no aeroporto de Jundiaí

Simulado aconteceu no aeroporto de Jundiaí

Jundiaí, 18 de maio de 2011 – Bombeiros, ambulância, caminhão pipa, resgate e muitos outros equipamentos foram utilizados na manhã desta quarta-feira no simulado de acidente aéreo, que aconteceu no Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, o aeroporto de Jundiaí, promovido pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP) e contou com total apoio das corporações e órgãos da Prefeitura de Jundiaí.

Cerca de 70 pessoas participaram do simulado, além das equipes internas do aeroporto, bombeiros, SAMU, ambulâncias de hospitais particulares, concessionário CCR Autoban, Defesa Civil, Setransp, Serviço Funerário Municipal e Faculdade de Medicina de Jundiaí.

Segundo o Diretor de Aeroportos do DAESP, Álvaro Cardoso Junior, a ideia é que o treinamento aconteça anualmente. “Os simulados acontecem em diversos aeroportos. Essa é a vez de Jundiaí, que deverá receber o exercício uma vez por ano, pois é muito importante para corrigir os erros que acontecem e aprimorar os atendimentos”, explicou.

A simulação foi realizada com um acidente aéreo que envolveu oito vítimas e uma aeronave de pequeno porte, com princípio de incêndio (mas com uso somente de fumaça). O atendimento inicial foi realizado pelas equipes internas do aeroporto, que controlaram o fogo e realizaram os primeiros atendimentos aos feridos, que foram simulados por alunos da Faculdade de Medicina, que também participaram como ‘sombras’, acompanhando e avaliando o atendimento médico realizado.

Ao mesmo tempo que a equipe interna entrava em ação, a torre de controle acionou o Corpo de Bombeiros, SAMU e Defesa Civil. Após nove minutos, os carros de resgate e caminhões dos Bombeiros estavam no local.

Em seguida as ambulâncias de hospitais particulares, acionadas pelo Samu, também chegaram para iniciar o atendimento médico às vítimas. A ação ainda contou com a Defesa Civil, que promove o suporte às equipes em ação, e a Setransp, que enviou batedores, com motocicletas, para abrir o caminho das ambulâncias.

No treinamento de atendimento médico as vítimas foram divididas conforme a gravidade das fraturas. Das oito que participaram da ação, sete estavam em estado grave e um chegou a simular o óbito. Com o apoio das ambulâncias particulares, os vitimados foram levados para os hospitais da cidade e a vítima fatal encaminhada para o IML.

O Tenente Coronel do Corpo de Bombeiros, Flávio José Bianchini, avaliou o treinamento como positivo. “Realizamos a prática que aconteceria numa situação de acidente. É muito importante, pois foi utilizado o Sistema Integrado de Comando e Operações em Emergência (Sicoe) para acionar os envolvidos. Além disso, um treinamento como esse também promove a integração e conhecimento de todos os envolvidos. Agora vamos avaliar as operações para corrigir as eventuais falhas”, explicou.

O Coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria de Saúde, Adyr Bastos também salientou sobre a integração das equipes. “Contamos com o apoio de hospitais particulares que atuaram em conjunto com o Samu. Essa participação foi muito importante para diminuir o tempo de chegada ao local do acidente, assim como o atendimento às vítimas”, disse.

A coordenadora da Defesa Civil, Sonia Rossi, e o engenheiro Ivo Franchesi também destacaram a importância do suporte oferecido pelos órgãos municipais. “Em acidentes como o simulado hoje, dentro do aeroporto, a Defesa Civil atua como apoio e suporte como acionar a Setransp para deslocar batedores, Guarda Municipal, além de disponibilizar água, alimentação, suporte e apoio necessário para os profissionais que estão no atendimento às vítimas e ainda contatar o Serviço Funerário Municipal para a retirada de corpos, em casos de vítimas fatais”, afirmaram.

Ao final do treinamento, o Coordenador de Aeroportos, salientou que o exercício apresentou resultado positivo. “Os órgãos atenderam nosso pedido para realizar o simulado, o que já é muito positivo para todos nós, agora é analisar os atendimentos e melhorar nas falhas que acabam por existir e manter a qualidade dos acertos”, enfatizou Álvaro.

José Aparecido dos SantosDefesa Civil foi a responsável por acionar os serviços da Prefeitura

Defesa Civil foi a responsável por acionar os serviços da Prefeitura


Por Assessoria de Imprensa

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2011/05/18/daesp-promove-simulado-de-acidente-aereo-com-apoio-da-servicos-da-prefeitura/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br