– CONSULTA PÚBLICA 2012 -Primeiro mês de pesquisa aponta alguns caminhos a seguir

Publicada em 18/05/2011 às 12:11
Murilo BorçalConsulta Pública: mulheres continuam sendo maioria

Consulta Pública: mulheres continuam sendo maioria

Jundiaí, 18 de maio de 2011. Onde a Prefeitura deve investir no próximo ano? Esta é a pergunta que a Consulta Pública ao Orçamento 2012 está fazendo há pouco mais de um mês. Os primeiros resultados, ou seja, as primeiras impressões dos moradores sobre a cidade e os problemas que afetam o dia a dia dos bairros já começam a sinalizar as áreas que mais merecem atenção, na visão dos 1.090 cidadãos que já responderam o questionário eletrônico.

Pavimentação e Conservação das Vias Públicas (12,02%), Organização do Trânsito (11,83%), Apoio às Ações de Segurança Pública (10,64%) e Transporte Coletivo (7,71%) são as principais reivindicações apontadas pelos participantes. Estas demandas, no entanto, não refletiram na percepção das pessoas sobre a cidade como um todo. 30,73% deram nota sete e 23,58% avaliaram com a nota oito a cidade como um todo e a qualidade de vida oferecida a todos os jundiaienses.

“Esta avaliação reflete que estamos no caminho certo. É muito importante esta participação: ninguém melhor do que a população para saber o que uma determinada região da cidade mais precisa”, comenta o prefeito Miguel Haddad.

O caminho certo mencionado pelo prefeito também faz parte da opinião dos participantes da Consulta Pública: 42,29% dos 1.090, ou seja, 461 pessoas acreditam que do ponto de vista do progresso da cidade e da qualidade de vida de seus moradores, Jundiaí está no rumo certo.

Mulheres continuam maioria

O programa Consulta Pública ao Orçamento 2012 que começou dia 15 de abril, registrou no primeiro mês a participação de 1.090 pessoas. Destes, 54,04% são mulheres e 45,96% são homens. “A mulher é uma excelente planejadora; especialmente aquela que administra sua casa e que, além das obrigações profissionais, ela sabe da importância de se definir prioridades no orçamento”, analisou o secretário de Finanças, José Antonio Parimoschi. “A mulher tem bastante sensibilidade para os problemas sociais”, completou.

O perfil dos 1.090 participantes da Consulta Públicas são jovens que têm entre 25 a 34 anos (36,42%) e a maioria, 57,98%, nasceu na cidade. Os empregados assalariados também são maioria (57,52%) e o nível de escolaridade atingiu 33,67% entre aqueles que já responderam o questionário eletrônico.

Como participar

Se você ainda não participou pode acessar o banner que traz o link para a Consulta Pública 2012 até o dia 15 de junho. Ele está disponível no site da Prefeitura de Jundiaí [www.jundiai.sp.gov.br]. É rápido, em menos de cinco minutos o questionário é finalizado.

Para aqueles que não têm acesso à internet na sua casa, ele pode usar os computadores disponíveis nos postos do Paço Municipal, Complexo Argos, CRAS do São Camilo e Novo Horizonte, próximo do Terminal Central, e também nos terminais do Situ da Colônia, Vila Rami, Eloy Chaves, Cecap e Vila Arens.

José Aparecido dos SantosParimoschi: consulta pública vai até 15 de junho

Parimoschi: consulta pública vai até 15 de junho


Por Assessoria de Imprensa

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2011/05/18/consulta-publica-2012-primeiro-mes-de-pesquisa-aponta-alguns-caminhos-a-seguir/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br