Alunos da Casa da Solidariedade sentem na pele as dificuldades do dia–a-dia de um idoso

Publicada em 18/05/2011 às 03:56
Dorival Pinheiro FilhoUma das simulações foi ler um texto com óculos embaçados

Uma das simulações foi ler um texto com óculos embaçados

Jundiaí, 18 de maio de 2011. Vinte alunas do curso de Cuidador de Idoso, da Casa da Solidariedade de Jundiaí, vivenciaram na tarde desta quarta-feira (18), em uma das quadras da ESEF (Escola Superior de Educação Física), algumas das dificuldades que os idosos enfrentam no dia-a-dia. A prática de se “colocar no lugar do outro” é conhecida como roleplaing e aplicada aos alunos do curso para que eles possam entender quais são as limitações do público ao qual eles passarão a cuidar após o termino das aulas.

Divididos em pares, os alunos puderam passar pelos papeis de idoso e de cuidador. Na simulação do primeiro, eles colocaram óculos embaçados para simular a dificuldade de enxergar, luvas para sentir a diminuição do tato, fraudas e pesos nos tornozelos para vivenciar o andar com mobilidade reduzida. Para a professora Denise Candiani, o exercício de simulação serve para que os alunos possam compreender as necessidades dos idosos. “Muitas vezes, nos esquecemos das limitações dos idosos. Sempre achamos que eles poderiam ser mais rápidos nas atividades e quando nós sentimos na pele os obstáculos que eles têm de vencer todos os dias da vida deles, nós passamos a ter mais paciência e a entender o seu cotidiano”, comentou a professora.

A diretora do Fundo Social de Solidariedade (FUNSS), Maria Olivia Gonçalves, acompanhou a aula e conversou com as alunas sobre o objetivo do Fundo Social ao promover os cursos de capacitação. “A capacitação é fundamental para que estejam preparados para o mercado e ofereçam um trabalho de qualidade, pois o nosso objetivo é capacitá-los para que possam fazer a diferença”, afirmou a diretora. A aluna Rita Maria afirmou que a experiência pôde completar o aprendizado. “Nós já havíamos aprendido na prática sobre as dificuldades dos idosos, mas passar por essa aula me fez dar ainda mais valor aos idosos”, disse a aula.

Dorival Pinheiro FilhoTodas as alunas do curso de Cuidador de Idoso compareceram à aula prática

Todas as alunas do curso de Cuidador de Idoso compareceram à aula prática


Por Assessoria de Imprensa

Link original: https://saladeimprensa.jundiai.sp.gov.br/2011/05/18/alunos-da-casa-da-solidariedade-sentem-na-pele-as-dificuldades-do-dia-a-dia-de-um-idoso/


Sala de Imprensa | Desenvolvido por CIJUN
www.jundiai.sp.gov.br